Síndrome de Klinefelter: saiba mais

A síndrome de Klinefelter foi descrita pela primeira vez por Harry Klinefelter no ano de 1942, sendo uma das principais causas de hipogonadismo e…

A síndrome de Klinefelter foi descrita pela primeira vez por Harry Klinefelter no ano de 1942, sendo uma das principais causas de hipogonadismo e infertilidade em homens.  Saiba mais sobre a síndrome de klinefelter.

A sindrome de Klinefelter ocorre devido a presença de um cromossomo X a mais no homem. (Foto: divulgação)

Síndrome de Klinefelter e suas causas

A síndrome de klinefelter é conhecida pela presença de um cromossomo X a mais no homem. Todas as pessoas possuem 46 cromossomos, que contém genes e DNA, pedaços que constroem o corpo. Os cromossomos sexuais definem o sexo da criança. As mulheres possuem dois cromossomos XX e os homens um X e um Y.

A síndrome ocorre devido a um cromosso X extra, que está escrito como XXY. O problema acomete 1 a cada 500 recém nascidos homens. As mulheres que engravidam após os 35 anos de idade são mais propensas a ter uma criança portadora da síndrome.

Veja também como aumentar a fertilidade masculina 

Características da síndrome de Klinefelter

  • Seios grandes anormais;
  • Proporções anormais do corpo (tronco curto, pernas longas, ombro do tamanho do quadril);
  • Infertilidade;
  • Testículos pequenos;
  • Grande altura;
  • Problemas sexuais;
  • Menor quantidade de pelos pubianos, axilas e face.

    A deformação dos ombros e tronco são características da síndrome de klinefelter. (Foto: divulgação)

Tratamento da síndrome de Klinefelter

O médico deverá ser consultado caso a criança não desenvolva as características sexuais durante a puberdade. Essa observação inclui o crescimento dos pelos e mudança do tom de voz. O ideal é consultar um geneticista para esclarecer dúvidas e orientar sobre o tratamento mais indicado.

A terapia com testosterona geralmente é indicada pelos médicos. Pois, ela pode ajudar no crescimento dos pelos, melhora a aparência dos músculos, aumenta a concentração, melhora o humor e autoestima, proporciona energia e libido, além de fortalecer o organismo.

Leia Também:  Sombra clara: dicas para usar

A maioria dos homens portadores da síndrome de Klinefelter não consegue engravidar a mulher. Entretanto, um especialista em infertilidade pode ajudar a resolver o problema. Consultar um endocrinologista também é uma ótima opção.

A infertilidade masculina é sintoma da síndrome de Klinefelter. (Foto: divulgação)

Veja também infertilidade masculina, cuide-se 

A síndrome de Klinefelter é um problema que compromete a fertilidade masculina. Porém, ela pode e deve ser tratada para que o portador recupere as características sexuais como o crescimento dos pelos e aumento dos músculos. Portanto, ao identificar as características, o médico deverá ser consultado.

Top