Remédios suspensos pela Anvisa para obesidade da Aché

A Anvisa determinou a suspensão da fabricação e das vendas de dois remédios para obesidade da Aché, conforme resolução publicada no Diário Oficial da…

A Anvisa determinou a suspensão da fabricação e das vendas de dois remédios para obesidade da Aché, conforme resolução publicada no Diário Oficial da União, na edição do dia 4 de agosto.

Remédios suspensos pela Anvisa para obesidade da Aché (Foto Ilustrativa)

Remédios suspensos pela Anvisa para obesidade da Aché (Foto Ilustrativa)

De acordo com a publicação, está suspensa a venda do emagrecedor Biomag e do seu genérico, o Cloridrato de Sibutramina, que são medicamentos utilizados no tratamento da obesidade.

Além disso, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária ainda suspendeu as vendas do remédio Gastrium, omeprazol utilizado no tratamento de gastrite e úlcera, que também é fabricado pela Aché.

Remédios suspensos pela Anvisa para obesidade da Aché

Os remédios para tratar obesidade continham princípio ativo diferente do aprovado pela Anvisa (Foto Ilustrativa)

Os remédios para tratar obesidade continham princípio ativo diferente do aprovado pela Anvisa (Foto Ilustrativa)

Segundo a resolução publicada no Diário Oficial da União, a suspensão do Biomag e a suspensão do Cloridrato de Sibutramina da Aché se devem ao uso de uma formulação diferente da aprovada pela Anvisa, ou seja, a farmacêutica vinha utilizando outro princípio ativo.

O mesmo motivo levou à suspensão do Gastrium, nas versões de 10 mg e 20 mg. De acordo com a Agência, quaisquer alterações na formulação da produção de medicamentos precisam ser comunicadas à Anvisa, o que não estava acontecendo.

A fabricante precisa recolher os medicamentos das farmácias (Foto Ilustrativa)

A fabricante precisa recolher os medicamentos das farmácias (Foto Ilustrativa)

Ainda conforme a resolução, a farmacêutica Aché tem 60 dias para suspender a fabricação e recolher todos os lotes dos três medicamentos disponíveis nas farmácias, em todo o país. A recomendação é para que esses remédios sejam inutilizados. A decisão não vale para o Gastrium 40 mg, que continua a ser comercializado normalmente.

A Anvisa também informou que, diante das irregularidades, o caso está sendo investigado, para a adoção de medidas e sanções cabíveis, se necessário.

O que diz a Aché

A proibição também vale para o remédio usado no tratamento de gastrite (Foto Ilustrativa)

A proibição também vale para o remédio usado no tratamento de gastrite (Foto Ilustrativa)

Em nota publicada no seu site oficial, o Aché Laboratórios Farmacêuticos informa que já está tomando todas as medidas necessárias para atender às adequações documentais referentes às atuais normas da Anvisa.

A empresa também disse que os seus medicamentos para obesidade e para o tratamento de gastrite e úlcera, que se encontram atualmente no mercado, são “absolutamente seguros e eficazes, cumprindo com os mais altos padrões de qualidade”.

Convidamos você a continuar a navegar no Mundo das Tribos e ler outras publicações.

Top