Cuidados com remédios para emagrecer

Na hora de perder peso, muitas pessoas resolvem contar com o auxílio de determinados medicamentos, principalmente quando querem alcançar resultados de maneira rápida. Mas é preciso ter alguns cuidados com remédios para emagrecer, antes de sair utilizando o primeiro produto que encontrar pela frente.

Cuidados com remédios para emagrecer (Foto Ilustrativa)

Importantes aliados no combate à obesidade, os remédios emagrecedores só são recomendados pelos especialistas nos casos mais graves de excesso de peso, em que outras técnicas (mudanças na alimentação, dietas específicas, prática de atividades físicas, etc) não obtiveram sucesso.

Mas na prática, o que se vê é justamente o contrário, com muitas pessoas usando tais medicamentos sem qualquer recomendação profissional e para diminuir peso em situações nas quais uma simples mudança na alimentação bastaria para emagrecer.

Cuidados com remédios para emagrecer

O uso dos medicamentos só deve acontecer quando outros tratamentos não conseguirem sucesso na perda de peso (Foto Ilustrativa)

De maneira geral, os medicamentos emagrecedores agem diminuindo o apetite, facilitando a perda de peso. Os principais tipos de remédios dessa categoria são os anorexígenos, sacietógenos e os inibidores de absorção de gordura.

Cada um deles tem ações específicas e é indicado para determinados casos, ou seja, o uso errado desses remédios pode trazer vários perigos para a saúde, como distúrbios alimentares, anemia e outros problemas ainda mais graves, dependendo do quadro de saúde do usuário.

A sibutramina é um dos emagrecedores mais conhecidos (Foto Ilustrativa)

Há ainda vários efeitos colaterais causados pelos remédios para emagrecer, como dependência, irritabilidade, depressão nervosa, confusão mental e alucinações, por exemplo, sintomas que podem aparecer em quem utiliza anorexígenos.

Por isso, é fundamental procurar um médico, se você pretende usar remédios emagrecedores. Após a avaliação do seu caso, o profissional irá indicar o medicamento mais adequado, se é que você precisa mesmo do remédio para emagrecer. E caso seja necessário, siga todas as recomendações passadas por ele, para evitar problemas.

Outras dicas

O uso constante dos emagrecedores pode causar dependência e trazer problemas de saúde (Foto Ilustrativa)

Outro dos cuidados ao usar remédios emagrecedores é fugir dos remédios não aprovados e que prometem verdadeiros milagres, como é comum encontrar, principalmente, na internet.

Emagrecedores proibidos pela Anvisa

E como esses medicamentos podem causar alterações nos sistemas cardiovascular e nervoso, possuindo várias contraindicações, a automedicação é muito perigosa. Lembre-se de que o acompanhamento médico é fundamental para emagrecer com saúde.

Reply