Papas que já renunciaram

Na última segunda-feira (11), os católicos foram surpreendidos com a renúncia do Papa Bento XVI. O líder religioso comunicou que vai deixar o cargo…

Na última segunda-feira (11), os católicos foram surpreendidos com a renúncia do Papa Bento XVI. O líder religioso comunicou que vai deixar o cargo no dia 28 de fevereiro, pois já não tem vigor físico para continuar o seu trabalho na igreja e cumprir os seus deveres como papa.

Bento XVI deixará o papado no dia 28 de fevereiro. (Foto:Divulgação)

Saiba mais: Como será escolhido o novo Papa

O papado de Bento XVI

Bento XVI, nascido Joseph Alois Ratzinger, está com 85 anos de idade e com a saúde debilitada. O alemão foi escolhido como papa em abril de 2005, após a morte de João Paulo II.

Desde que assumiu o cargo de papa, Joseph Ratzinger se deparou com muitos problemas. O seu mandato foi marcado, inclusive, por casos de abusos sexuais na Igreja Católica, cometido por padres.

Ao longo de sete anos de papado, Bento XVI se mostrou um homem bastante conservador. Ele fechou as portas dos seminários para os homossexuais, atraiu protestos de mulçumanos, permitiu a realização das missas em latim e recebeu críticas por não honrar as vítimas do holocausto.

Papas que optaram por renunciar ao cargo

A renúncia de Bento XVI não foi um caso isolado na história. Outros papas também renunciaram ao cargo por diferentes motivos. Veja a seguir os homens que lideraram a Igreja Católica e depois optaram por deixar esta função:

Papa Ponciano. (Foto:Divulgação)

Papa Ponciano
No ano de 235, o Papa Ponciano foi preso e exilado em minas de sal. Para tornar possível a eleição de um novo líder para a Igreja Católica, ele renunciou ao cargo.

Papa Bento 9
O Papa Bento 9 foi eleito em 1032, mas acabou sendo deposto em 1044. O santíssimo conseguiu recuperar o cargo em 1045, porém renunciou. Arrependido de ter deixado a liderança da Igreja Católica, ele voltou a ser Papa em 1047, mas foi deposto definitivamente um ano depois. Bento 9 é até hoje conhecido como um dos papas mais controversos e polêmicos da história.

Leia Também:  Senado Federal Lança Aplicativo para Iphone - Blogueiros no Senado

Celestino 5º
Em 1294, Celestino 5º renunciou ao pontificado, apenas cinco meses depois de ser escolhido como líder da Igreja Católica. O perfil submisso e fraco de Celestino 5º não foi o bastante para as exigências do cargo de papa.

Gregório 12. (Foto:Divulgação)

Gregório 12
Em 1415, após cinco anos no poder, Gregório 12 resolveu deixar o papado. Na época, a Itália enfrentava conflitos e o papa não teve forças para continuar. Gregório 12 também foi um dos papas eleitos com idade muito avançada, isto é, 90 anos.

Apesar de não ser o primeiro papa a renunciar, Bento XVI quebrou um jejum de 600 anos. De acordo com representantes da Igreja Católica, o sucessor será escolhido no final de março, antes da Páscoa.

Veja também: Curiosidades sobre os papas através da história

Top