Vício em compras: como tratar

Segundo especialistas, a oniomania é nome usado para designar transtornos impulsivos pela compra. Portanto, gastar excessivamente, comprar sem parar e ter a vida financeira…

Segundo especialistas, a oniomania é nome usado para designar transtornos impulsivos pela compra. Portanto, gastar excessivamente, comprar sem parar e ter a vida financeira cada vez mais desgastada pode não ser um problema de desequilíbrio financeiro. Saiba mais sobre o assunto e veja como tratar o vício em compras.

É preciso tratar o vício em compras. (Foto: divulgação)

Vício em compras

Ser viciado em compras não é o mesmo que aproveitar as liquidações e andar pelo shopping olhando as vitrines. Apesar de apresentar sintomas quase imperceptíveis, o transtorno impulsivo existe. Porém, o comprador impulsivo possui características específicas, como o arrependimento após gastar o que não devia e a mentira.

Geralmente, o viciado tenta esconder a compra, já que se sente culpado e arrependido. A identificação do problema não é tão fácil assim, já que consumir é um ato estimulado e aceito pela sociedade.

A maior diferença entre quem compra e quem sofrem com o transtorno é que o doente fica inquieto quando não pode comprar. Segundo especialista, sofre dificuldades em controlar o impulso.

A pessoa viciada em compras geralmente se arrepende logo após comprar. (Foto: divulgação)

Veja também como se livrar do vício em celular 

Como tratar o vício em compras

1. O primeiro passo é reconhecer que o ato de comprar é compulsivo. Porém, nem sempre as pessoas conseguem assumir que possuem esse transtorno ou não acreditam que isso pode ser uma doença;

2. Grande parte dos casos, os viciados em compra só buscam ajuda quando já estão completamente endividados e sem condições para pagar.  Porém, o tratamento deve ser feito com acompanhamento de psicólogos e dependendo do caso o uso de medicamentos antidepressivos será necessário;

3. Mesmo com ajuda do psicólogo, os familiares devem ajudar essa pessoa. Uma boa dica é que os familiares assumam as finanças do viciado em compras até que ele fique melhor e consiga lidar com a situação;

Leia Também:  Mocinhas de novela inesquecíveis

4. Procurar grupos de ajuda pode ser muito benéfico, afinal, ali estão várias pessoas que sofrem ou já sofreram com o mesmo problema e poderão ajudar a se livrar do mesmo;

5. O tratamento psicoterapêutico em grupo dura em média cinco meses e após esse período é feita uma avaliação. Caso haja necessidade, o indivíduo é indicado para a terapia individual e tratamento psiquiátrico.

O vício em comprar é um problema muito comum que às vezes passa despercebido. (Foto: divulgação)

Veja também vício em trabalho, como tratar 

O vício em compras é um problema que acomete muitas pessoas e na maioria das vezes passa despercebido até que ocorra uma falência financeira. O tratamento do vício em compras é feito com acompanhamento de um psicólogo até que o indivíduo se recupere.

Top