Sonambulismo - conheça as causas e tratamentos

Sonambulismo – conheça as causas e tratamentos

O sonambulismo é um distúrbio benigno bastante conhecido, pois é explorado de forma constante em desenhos e filmes. Quem sofre com esse problema é…

Por Editorial MDT em 16/06/2012

O sonambulismo é um distúrbio benigno do sono

O sonambulismo é um distúrbio benigno bastante conhecido, pois é explorado de forma constante em desenhos e filmes. Quem sofre com esse problema é capaz de exercer algumas funções enquanto dorme, como andar, falar e até mesmo abrir portas e janelas.

Os estudos apontam que, dentre as crianças na faixa etária de 5 a 12 anos, cerca de até 40% apresentará ao menos um episódio de sonambulismo na vida, enquanto que, dentre os adultos, a incidência cai para apenas 2%.

Conheça alguns alimentos que ajudam a melhorar a qualidade do sono.

Porque ocorre

O sono possui cinco diferentes estágios, e à medida que ele vai se tornando mais profundo, as ondas cerebrais vão diminuindo até alcançarem o nível máximo de relaxamento. No caso das pessoas portadoras de sonambulismo, as ondas cerebrais não são regulares e coordenadas, resultando na não desativação da região cerebral responsável por organizar as funções motoras.

Em contrapartida o hipotálamo, região que é responsável pelo estado de consciência, fica praticamente inativo, o que explica o fato do sonambulo não se lembrar de quase nada do que ocorre durante o sono.

Principais causas

Existe uma grande variedade de problemas médicos, neurológicos e psiquiátricos que podem desencadear o sonambulismo, além de outros problemas do sono como o movimento esporádico das extremidades, crises noturnas, apneia obstrutiva do sono, problemas febris e uso abusivo do álcool.

Também existem alguns fatores de risco para o surgimento desse problema, dentre os quais podemos destacar:

  • Diminuição do tempo e da qualidade do sono;
  • Gravidez;
  • Período menstrual;
  • Uso de medicamentos, como alguns psicotrópicos ( drogas anticolinérgicas e carbonato de lítio).

A diminuição do tempo e qualidade do sono podem desencadear o sonambulismo

Outro problema que tem contribuído significativamente para o surgimento do quadro de sonambulismo é o estresse, que acaba sendo um dos principais fatores desencadeante do quadro, enquanto que os distúrbios psiquiátricos, ao contrário do que muita gente pensa, na grande maioria das vezes não se relacionam causalmente.

Confira algumas dicas de como ter uma boa noite de sono.

Tratamento

Geralmente esse problema não precisa ser tratado, especialmente em crianças, a menos que haja essa necessidade devido à identificação de riscos à saúde da pessoa, como por exemplo, sonâmbulos que costumam sair de casa no meio da madrugada, ou que moram em locais onde pode haver risco de vida.

Em adultos, a maioria dos casos acaba envolvendo traumatismos que se relacionam ao sono e por isso a farmacoterapia se faz necessária. Geralmente, a medicação de escolha é um benzodiazepínico, que é bastante seguro e muito eficaz.

Descubra porque não se pode acordar um sonâmbulo.

O estresse está entre os principais causadores dos distúrbios do sono

É importante lembrar que, mediante um quadro recorrente de sonambulismo, seja em adultos ou em crianças, é importante procurar auxílio médico, para que seja feito uma boa avaliação do problema, bem como a análise da necessidade do uso de medicação, que é controlada e só pode ser comprada com a apresentação da receita médica.

Top