Pesquisa diz que amigos têm genética como de primos

Pesquisa diz que amigos têm genética como de primos, ou se seja, se parecem como primos distantes. As pessoas que fazem parte de um…

Por Élida Santos em 15/07/2014

Pesquisa diz que amigos têm genética como de primos, ou se seja, se parecem como primos distantes. As pessoas que fazem parte de um mesmo círculo social de amizade tendem a serem similares em alguns aspectos, e por isso que o estudo apontou que eles podem ter semelhanças compatíveis com a que primos de quarto grau possuem.

Amigos se parecem mais do que sabem (Foto: Divulgação)

Leia mais informações sobre: Como Lidar Com O Fim De Uma Amizade

Pesquisa diz que amigos têm genética como de primos

A pesquisa que diz que amigos têm genética como de primos de quarto grau foi divulgada na segunda-feira e aponta que as pessoas optam por amizades geneticamente parecidas. Para chegar nesse resultado o estuido teve como base informações do Framingham Heart Study, de Massachusetts (nordeste dos Estados Unidos), que contou com a analise de cerca de 1,5 milhão de marcadores genéticos de pessoas inter-relacionadas.

Pesquisa diz que amigos têm genética como de primos (Foto: Divulgação)

Saiba mais informações sobre: 14 de fevereiro: Dia Da Amizade

Metodologia do estudo sobre amigos se parecerem primos

Os pesquisadores que foram autores desse levantamento publicado na Academia Nacional das Ciências, estudaram o comportamento de um grupo de 1.932 pessoas. Entre essas pessoas, compararam casais de amigos sem vínculo algum de parentesco a casais de pessoas que não se conheciam de nenhum outro lugar se não dali mesmo da pesquisa.

O levantamento e comparativo de dados fez com que os estudiosos chegassem a conclusão de que as pessoas do mesmo círculo social compartilhavam quase 1% de genes similares, ou seja, muito além do que o compartilhado por pessoas sem vínculos de amizade alguma.

Esse percentual de igualdade genética “é o mesmo que têm os primos de quarto grau”, explicou o levantamento.

Pesquisa diz que amigos têm genética como de primos por causa desse  “1% dos genes”, que parece bem pouco para muitos, “para os geneticistas, é uma cifra muito importante”, explicou o coautor do estudo, Nicholas Christakis, professor de Sociologia, Biologia, Evolução e Medicina da Universidade de Yale.

“De alguma forma, damos um jeito para, entre um sem-fim de possibilidades, escolher como amigas pessoas que se parecem com a nossa família”, explicou o cientista. A grande parte dos pesquisados eram brancos e de origem europeia.

Top