Escovas de cabelo: modelos, como escolher

Antigamente, quase não se viam muitos modelos de escovas cabelo. O mais comum era aquele que tinha cerdas juntinhas, com cabeça arredondada (muitas vezes,…

Por Editorial MDT em 17/05/2013

Antigamente, quase não se viam muitos modelos de escovas cabelo. O mais comum era aquele que tinha cerdas juntinhas, com cabeça arredondada (muitas vezes, num formato de meio círculo) e cabo de madeira. Com o passar do tempo, porém, foram surgindo inúmeros outros. Hoje, são tantas escovas diferentes, que as pessoas acabam tendo dificuldade para escolhê-las. Você sabe como fazer isso?

Cada escova de cabelo tem sua função (Foto: Divulgação)

Como escolher escova de cabelo

Para escolher escova de cabelo, é preciso considerar alguns pontos. Cada modelo tem sua função, embora pareça que todas vão agir com uma mesma finalidade. A mais básica delas é, puramente, escovar os fios, desembaraçando-os e arrumando-os. Mas todos os tipos de cabelo, bem como penteados que se deseja fazer, podem ser melhorados, se a escolha se der pelo modelo adequado. Veja, a seguir, algumas escovas de cabelo e suas principais funções.

Modelos de escovas de cabelo

O tipo de cerdas também é importante (Foto: Divulgação)

Observe os modelos de escovas de cabelo acima e veja, de acordo com a numeração, a que elas se destinam. Embora algumas sejam parecidas, elas têm funções que as diferenciam, umas das outras:

1. Escova fina, com cerdas bem juntinhas: elas podem quadradas, ovais ou retangulares. Se você quer apenas uma escova para finalizar penteados simples, como um rabo de cavalo, este é o modelo ideal;

2. Escova com cerdas separadas: retangulares ou ovais, elas servem para desembaraçar os fios, sem agredi-los. Podem ser usadas em todos os tipos de cabelo;

3. Escova Denman: ela tem uma base almofadada de borracha e cerdas de náilon. É uma escova boa alisamento, sendo mais indicada para cabelos lisos. Ela também combate os fios arrepiados;

4. Escova tipo raquete, com cerdas separadas: é boa para desembaraçar cabelos lisos ou levemente ondulados, podendo ser usada embaixo do chuveiro ou com os cabelos secos. 

O tamanho da circunferência também influi na escolha (Foto: Divulgação)

5. Escova térmica: seu centro é feito com materiais que retêm o calor. Por isso, ela é ótima para fazer escovas, sem agredir demais os fios, já que ela mesma ajuda a alisá-los, otimizando a ação do secador;
6. Escova com cerdas mistas: suas cerdas são de náilon e de crina de cavalo ou de javali. Ideal para alisar cabelos ondulados ou crespos e finos. Caso os fios sejam muito longos, é indicado escolher um modelo com a circunferência maior (mais grossa);
7. Redonda com cerdas separadas: é boa para cabelos longos ou médios. Alisa e faz cachos, mas não é indicada para desembaraçar;
8. Redonda com cerdas juntas: ideal para fios crespos ou muito cacheados. Suas cerdas prendem mais os cabelos, alisando-os melhor. Também pode ser usada em fios curtos. 

Veja outras dicas para escolher: Escova de cabelos: tipos, como escolher

É importante limpar escovas e pentes. Saiba como: Pentes e escovas: como higienizar

Top