Doença Inflamatória Pélvica: sintomas

Doença Inflamatória Pélvica: sintomas

A doença inflamatória pélvica é uma patologia muito grave e que necessita de diagnóstico precoce. Essa é uma infecção que se localiza nos órgãos…

Por Editorial MDT em 03/10/2013

A doença inflamatória pélvica é uma patologia muito grave e que necessita de diagnóstico precoce. Essa é uma infecção que se localiza nos órgãos reprodutores da mulher, incluindo o útero, as tubas uterinas, os ovários e o cérvix. Devido a isso, a mulher apresenta diversos sinais e sintomas que são muito incômodos e que atrapalham não somente a parte sexual, mas social da mulher. Conheça os sintomas da doença inflamatória pélvica.

Diante da supseita de doença inflamatória pélvica, busque a orientação do ginecologista. (Foto: divulgação)

Causas da doença inflamatória pélvica

A doença inflamatória pélvica (DIP) está comumente relacionada com a infecção de determinadas bactérias que transitam a vagina e infectam os órgãos reprodutores da mulher. Em geral, os microrganismos que causam a DIP são os mesmos que manifestam as doenças sexualmente transmissíveis (DSTs), mais comuns em nosso meio. Entre eles, podemos citar a gonorreia e a clamídia. Quando essas não são tratadas de forma eficaz, a infecção pode atingir a vagina e o sistema reprodutor em dias ou meses.

Mulheres mais susceptíveis ao problema

Separamos abaixo alguns fatores que predispõe a manifestação da DIP. Entre eles, estão:

  • Mulher portadora de DST;
  • Mulher ter menos que 25 anos de idade e ter relação sexual;
  • Mulher que tem mais de um parceiro sexual;
  • Mulheres que realizam lavagens vaginais;
  • Mulher que apresenta dispositivo intrauterino (DIU).

    Conheça os sintomas da doença inflamatória pélvica. (Foto: divulgação)

Manifestações clínicas da DIP

Muitas mulheres não sabem que são portadoras da doença inflamatória pélvica, por não apresentarem os sintomas. No entanto, é necessário ressaltar que as mulheres que possuem DIP podem apresentar sinais e sintomas da doença que variam de leves a graves. Aprenda a reconhecer a patologia.

  • Dor na região inferior do abdômen;
  • Febre sem outra causa que justifique o problema;
  • Corrimentos vaginais com odor forte;
  • Dor durante o ato sexual;
  • Dor ao urinar;
  • Menstruação irregular.

Diagnóstico da DIP

Diante da suspeita de DIP, é importante que a mulher busque a orientação de um especialista. Entre as manifestações clínicas relacionadas a doença inflamatória pélvica estão aquelas anteriormente citadas. Através da avaliação do especialista, ele poderá solicitar a realização de alguns exames, incluindo o ginecológico.

Tratamento da DIP

O tratamento para DIPé baseado na utilização de antibióticos. Na maioria das vezes, são medicamentos com amplo espectro, ou seja, que matam diversos tipos de bactérias. Porém, o tipo de remédio a ser utilizado apenas o médico será capaz de escolher.

Dor durante a relação sexual pode ser um dos sintomas da doença inflamatória pélvica. (Foto: divulgação)

A DIP é uma doença comum em nosso meio e está diretamente relacionada com a existência de uma DST prévia. Assim, é muito importante que a mulher suspeite do problema, para evitar qualquer consequência futura. Após conhecer mais sobre os sintomas da doença inflamatória pélvica, é importante buscar a orientação de um especialista, diante do problema.

Top