Consumo de gordura pode causar depressão

Segundo estudos, consumir alimentos ricos em gorduras aumenta o risco de desenvolver depressão. Os malefícios atribuídos a uma dieta gordurosa já são conhecidos há…

Por Editorial MDT em 13/11/2012

Segundo estudos, consumir alimentos ricos em gorduras aumenta o risco de desenvolver depressão. Os malefícios atribuídos a uma dieta gordurosa já são conhecidos há anos. Porém, só recentemente foi mostrado que um cardápio rico em gorduras pode afetar também a parte psicológica. Devido a esse novo conhecimento, separamos algumas informações sobre como o consumo de gordura pode causar depressão.

Saiba por que as crianças que comem fast-food tem QI mais baixo.

A depressão é um problema muito comum em nosso meio. (Foto: divulgação)

Os riscos de uma dieta gordurosa

Cientistas norte-americanos realizaram um estudo no qual foram avaliados os benefícios e os malefícios relacionados a uma dieta gordurosa. Ao final do experimento, foi comprovado que indivíduos que ingerem altas taxas de gorduras trans e saturadas possuem alto risco em desenvolverem problemas psicológicos, em especial, a depressão. Durante o estudo, foram avaliados diversos tipos de alimentos, incluindo o óleo de oliva, alimentos ricos em ácido graxos e ômega 3.

Conheça os dados do estudo

Para a realização do estudo, os cientistas acompanharam a dieta e o estilo de vida de cerca de 12 mil indivíduos. Todos eles foram submetidos, ao longo de seis anos, a um cardápio rico em gordura. No começo do estudo, nenhum dos participantes havia sido diagnosticado com depressão. No entanto, ao final do experimento, o problema foi diagnosticado em 657 indivíduos.

Os cientistas avaliaram também os participantes que tiveram elevado consumo de gorduras trans, a qual está presente em alimentos industrializados e na comida rápida. Nesses, o aumento do risco de depressão foi de 48%, quando comparados aos outros que tinham uma dieta mais balanceada.

O azeite de oliva é um tipo de gordura que traz benefícios a nossa saúde. (Foto: divulgação)

Nem toda gordura é vilã

Pesquisadores avaliaram que as gorduras poli-insaturadas, que são encontradas em óleos de peixes e vegetais, contribuem com a melhora do humor. Ou seja, diferente dos outros tipos de gorduras, essas colaboram com um menor risco do indivíduo sofrer depressão.

Conhecendo mais sobre os objetivos do estudo

Segundo dados mundiais, a depressão é um problema que afeta cerca de 150 milhões de pessoas em todo o mundo. Além disso, foi comprovado que sua incidência vem aumentando com os anos.

Esse aumento está diretamente relacionado às mudanças radicais nas dietas dos indivíduos. Cada vez mais, as pessoas estão substituindo o consumo de gorduras benéficas, como as poli-insaturadas e as monossaturadas, que são encontradas em alimentos como nozes, óleos vegetais e peixes, pelas gorduras saturadas e trans que são comumente encontradas em carnes, na manteiga e em produtos com produção em massa. Como resultado, a população está cada vez mais obesa e com sinais de depressão, além de ter alto risco em desenvolver problemas de saúde.

O consumo excessivo de gordura pode causar depressão. (Foto: divulgação)

Sabe-se que uma dieta rica em gorduras pode trazer diversos problemas à saúde. Porém, atualmente foi demonstrado que uma dieta gordurosa pode, também, causar depressão. Por isso, é de extrema importância que a população tenha um cardápio balanceado e livre de gorduras, para ter uma vida saudável e alegre.

Conheça os malefícios da gordura trans.

Top