Como evitar acidentes domésticos no quarto

O quarto é um local calmo para o descanso dos pequenos e adultos. Porém, esse ambiente pode esconder alguns perigos capazes de oferecer riscos…

O quarto é um local calmo para o descanso dos pequenos e adultos. Porém, esse ambiente pode esconder alguns perigos capazes de oferecer riscos ao indivíduo, principalmente quando se tratam de crianças. É importante saber manter o ambiente seguro para evitar acidentes domésticos no quarto. Confira algumas dicas. 

O quarto precisa ser um ambiente seguro (Foto: divulgação)

Como deixar o quarto seguro

O quarto da criança deve ser planejado com cuidado. Conforme cada idade são necessários alguns detalhes para evitar acidentes. Confira algumas dicas para deixar o quarto ainda mais seguro.

Móbile: esses enfeites devem ser fixados de forma segura e longe do alcance do bebê, principalmente quando o pequeno começar a sentar e se levantar. O perigo do objeto é que, se o pequeno conseguir alcança-lo, pode se pendurar, quebrar o móbile e se machucar. Além desse acessório é importante saber como escolher um berço seguro para o bebê.

Pontas de silicone para móveis: um dos grandes perigos para bebês e crianças são as pontas dos móveis. Quando não é possível comprar mobília com ponta arredondada, as de silicone são ótimas opções. As crianças são normalmente hiperativas e podem acabar batendo a cabeça, boca ou olhos nas perigosas quinas dos móveis, as pontas de silicone amortecem e diminuem os riscos de acidentes graves.

O móbile não pode ficar ao alcance do bebê. (Foto: divulgação)

Evitar objetos de vidro: é importante não deixar objetos que possam quebrar e machucar o pequeno, como os feitos em vidro. Evite enfeites ou outros produtos capazes de machucar.

Grades e redes: é importante manter os locais como janelas e sacadas bem seguros. Para isso, as grades e redes de segurança são ótimas escolhas. Elas não devem ter espaço maior do que 6 cm, para que a criança não consiga colocar braços e pernas através dos vãos.

Leia Também:  Lavadora de roupas que lava edredom: modelos, preços

Pisos lisos: cuidado com pisos lisos, eles são fonte de risco para quedas. Esse cuidado é importante também para idosos, pois a queda pode causar fraturas graves no indivíduo com osteoporose e dificuldades para andar. Para os pequenos, essa medida também é muito importante, uma vez que crianças adoram correr e podem acabar escorregando.

Cuidado com tapetes: os tapetes podem causar quedas ao tropeçar ou escorregar neles. Se possível, evite o uso desse enfeite. Caso não seja possível, use antiderrapante nos tapetes para evitar que se tornem escorregadios para idosos e crianças. Além disso, esses tecidos podem piorar o quadro alérgico de indivíduos com asma, por isso devem ser evitados nos quartos de pessoas que possuem a doença.

Cobertas e travesseiros: evite o uso de muitos tecidos sobre a cama. Há o risco de sufocamento, principalmente em crianças pequenas. O ideal é que o colchão seja firme, a criança durma de barriga para cima, com os braços para fora do cobertor, que deve estar até a altura do tórax do pequeno. A escolha do cobertor ideal para o bebê também é importante.

Brinquedos:não deixe a criança dormir com muitos brinquedos sobre a cama, pois ao movimentar-se durante o sono pode acabar se machucando.

Evite que a criança durma com muitos brinquedos. (Foto: divulgação)

O quarto tanto de crianças como de adultos deve ser um ambiente seguro. Evite o uso de tapetes, muitas cobertas e travesseiros. Use pontas de silicone nas quinas dos móveis e fixe de forma segura o móbile, longe do alcance do bebê. Com essas medicas o quarto se tornará um local bem mais seguro e livre de riscos de acidentes.

Top