Você está em: MundoDasTribos > Bem Estar> Berço para bebê: como escolher, cuidados

Berço para bebê: como escolher, cuidados

Por Isah
Quando mal escolhido, o berço pode representar uma ameaça para o bebê.

O bebê precisa contar com uma acomodação confortável para que desfrute de uma boa noite de sono. Não basta ir até uma loja de móveis infantis e procurar o modelo mais ‘bonitinho’, na verdade é necessário levar em consideração os indicadores de comodidade e segurança para fazer a compra.

Há vários modelos de berço disponíveis a venda no mercado, ou seja, versões que procuram se adequar ao estilo de vida das famílias modernas. Além do móvel convencional de madeira, também é comum encontrar os modelos desmontáveis, que garantem praticidade no transporte e são perfeitos para viagem. Enfim, diante de uma variedade de opções, é importante conhecer detalhes sobre cada produto para acertar na escolha.

Como escolher berço para bebê?

O berço precisa ser seguro, confortável e bem posicionado no quarto.

1. Ao optar pela versão comum, que segue o padrão americano, é importante estar ciente das medidas para escolher o colchão do tamanho adequado. Conhecer as dimensões do móvel também é fundamental para verificar se ele cabe no quarto e respeita a proporção de espaço. No caso de um cômodo muito pequeno, existe ainda a possibilidade de encomendar um berço planejado.

2. É interessante que o berço combine com os demais elementos da decoração, principalmente com relação a cores e design.

3. Ser uma peça bonita não é o suficiente para o berço, ele também precisa de uma boa estrutura para cumprir com os critérios de qualidade.  Além de garantir uma noite de sono tranquila e confortável, o modelo de berço também deve oferecer recursos de segurança para que o bebê não fique tão vulnerável, sobretudo quando recém-nascido.

4. Apesar de não existir uma obrigatoriedade no controle de móveis infantis pelo Inmetro, é muito válido o produto contar com o selo do Instituto e demonstrar que está de acordo com os critérios de segurança.

5. Caso o berço não seja certificado pelo Inmetro, procure verificar se as medidas atestam segurança. Por exemplo, o produto precisa contar com grade lateral com no máximo 6,5 cm de espaçamento. A distância entre o estrado e as laterais não deve passar de 2,5 cm, além do que a altura indicada para esta estrutura é de, no mínimo, 60 centímetros. Um móvel que respeita estas dimensões evita possíveis incidentes com o bebê.

O berço com cômoda acoplada é uma ótima opção na falta de espaço.

6. Quando falta espaço no quarto infantil, é recomendado escolher um berço que aproveite bem a área e tenha acessórios acoplados, tais como cômoda, gaveteiro e trocador. Alguns modelos mais avançados já são dotados de sistema anti-refluxo (elevação do colchão na cabeceira), que garante maior comodidade para o pequenino.

7. Na hora de decorar o quarto infantil, não é recomendado posicionar o berço perto da janela.

Aproveite as dicas para acertar na escolha do berço e tome os devidos cuidados para garantir a segurança do bebê.

Recomendado para você
Beleza

Modelos de tranças fáceis: passo a passo

Bem Estar

Ínguas: o que pode ser

Bem Estar

Ervas abortivas: perigos

Bem Estar

Moda country feminina 2018

Comentários

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *