Dente trincado: o que pode causar, o que fazer

Ter um belo sorriso é algo muito importante para garantir a boa aparência e causar boa impressão nas pessoas. Entretanto, diversos problemas podem atrapalhar a estética do sorriso, como é o caso das rachaduras nos dentes, mais fáceis de acontecer do que se imagina. Fique por dentro do assunto e saiba quais as causas e o que fazer com dente trincado.

Ter um sorriso bonito é muito importante para causar boa impressão. (Foto: divulgação)

Causas de trincas nos dentes

A forma mais comum de trincar os dentes é mastigando objetos ou alimentos duros, como gelo, nozes ou até mesmo balas. Outra maneira bastante frequente de comprometer o sorriso é através de acidentes, especialmente os que envolvem trauma direto na região da boca.

Alguns hábitos também são capazes de desencadear o problema, como é o caso do ranger dos dentes durante o sono, costume de apertar os dentes por tensão excessiva ou até mesmo pressão mastigatória desigual. Até mesmo o desgaste natural dos dentes, seguido de uma tentativa grande de restauração ou um simples choque térmico podem resultar em tricas e fissuras.

Como saber se o dente está trincado

De acordo com a Associação Dental Americana (ADA), através da avaliação de alguns parâmetros clínicos é possível desconfiar que o dente está trincado. Os principais sintomas de dente quebrado são:

  • Dor aguda ao morder, que desaparece rapidamente;
  • Dor recorrente no dente, que não permanece o tempo inteiro;
  • Dor ao beber ou comer;

É importante deixar claro que muitas vezes as fissuras podem não ser visíveis a olho nu, necessitando de exames complementares, como um raio-X dos dentes. Uma recomendação valiosa para auxiliar no diagnóstico desse tipo de problema é criar um diário, onde deve ser anotado todas as coisas capazes de desencadear dor, como a alta ou baixa temperatura, alimentos doces, azedos ou pegajosos.

As trincas nos dentes são problemas mais comuns do que se imagina. (Foto: divulgação)

Por que os dentes trincados doem

Os dentes trincados doem porque a pressão da mordida faz a lesão se abrir, desencadeando a dor, mesmo que a fissura seja muito pequena. O resultado é uma inflamação da polpa dental, que contém os nervos e vasos que nutrem os dentes, levando à hipersensibilidade do dente e muita dor.

O que fazer

Caso desconfie de uma trinca no dente, é fundamental procurar auxílio médico o mais rápido possível, para evitar complicações e tratar o problema de forma mais precoce. O tratamento mais indicado é baseado em vários fatores, como o tamanho e localização da lesão, mas as opções mais comuns são:

  • Reparação do dente com material especial;
  • Colocação de uma coroa no dente lesado, que o protege de danos extras;
  • Tratamento endodôntico (canal radicular), caso a polpa esteja comprometida;
  • Extração do dente, caso ela não possa ser salvo.

É fundamental uma avaliação de especialista. (Foto: divulgação)

As trincas nos dentes são problemas mais frequentes do que se imagina, causam bastante desconforto e, muitas vezes, até mesmo um prejuízo estético. Saber quais os fatores capazes de causar esse tipo de problema e o que fazer caso ele ocorra é importante para prevenir lesões e possíveis complicações.

Reply