Bebidas esportivas: perigos

As bebidas esportivas são muito consumidas principalmente por atletas que praticam esportes e de academias durante a realização de exercícios físicos. O uso dessas…

Por Editorial MDT em 27/09/2012

As bebidas esportivas são muito consumidas principalmente por atletas que praticam esportes e de academias durante a realização de exercícios físicos. O uso dessas bebidas tem gerado polêmicas quanto aos seus benefícios e principalmente aos perigos oferecidos pelo consumo. Saiba mais sobre o assunto e veja os perigos das bebidas esportivas.

As bebidas esportivas possuem metade das calorias de um refrigerante. (Foto: divulgação)

Pesquisas questionam as bebidas esportivas

A necessidade da ingestão de bebidas como Gatorede e Powerade durante a prática de exercícios físicos, tem sido questionada em várias publicações da revista científica “British Medical Journal”. O que tem provocado reação na indústria.

Um dos textos publicados foi “A verdade sobre as bebidas”, afirmando que a hidratação é uma criação da indústria e que as pesquisas que embasaram o consumo dos isotônicos nos últimos anos foram custeadas pelos fabricantes.

As bebidas esportivas foram criadas em 1960, sendo feitas de água, sais minerais e carboidratos. No ano passado, o Brasil consumiu 75,5 milhões de litros desses produtos, onde teve um crescimento de 29% em relação aos ano 2009 e 9% em 2010.

As bebidas esportivas devem ser consumidas somente por atletas. (Foto: divulgação)

Veja também alimentos que nem sempre são saudáveis 

Perigos das bebidas esportivas

Alguns especialistas dizem que as bebidas esportivas são absorvidas mais rápido pelo organismo do que a água. Outras dizem que não existe diferença ou que são mais demoradas.

Porém, todos concordam que o consumo desses isotônicos deve ser feito só por pessoas que praticam esportes ou exercícios físicos. Portanto, não devem ser consumidos por qualquer pessoa e também não substituem a água.

As bebidas esportivas possuem a metade das calorias de um refrigerante e são ricas em sódio. Portanto, devem ser evitadas por pessoas com hipertensão arterial.  Por outro lado, eles podem ser ótimas opções para repor a perda de minerais do suor e também os carboidratos.

Segundo informações nutricionais, o ideal é consumir até 250 ml antes das atividades físicas e 250 após a prática intensa de exercícios.

Pesquisas questionam os efeitos das bebidas esportivas. (Foto: divulgação)

Veja também como atuam as bebidas energéticas e seus efeitos colaterais 

As bebidas esportivas são diferentes das bebidas energéticas, pois são feitas de água, sais minerais e carboidratos. Elas possuem função de reposição hídrica, eletrólitos e carboidratos que são perdidos no suor durante as atividades físicas intensas. Porém, só devem ser consumidas por pessoas que praticam exercícios e não devem substituir a água. Além disso, devem ser evitadas por pessoas hipertensas, pois contêm quantidades significativas de sódio.

Top