As propriedades de cura da maconha

A maconha é um assunto polêmico e que costuma provocar grandes debates entre os brasileiros, pois há quem defenda sua descriminalização, enquanto outros acham…

A maconha é um assunto polêmico e que costuma provocar grandes debates entre os brasileiros, pois há quem defenda sua descriminalização, enquanto outros acham que essa substância deve continuar sendo ilegal. Entretanto, é impossível negar o que diversos estudos já comprovaram: a maconha é capaz de beneficiar alguns pacientes em situações bastante específicas. Se mantenha atualizado sobre o assunto e entenda melhor as propriedades de cura da maconha.

Saiba mais sobre os efeitos da maconha no corpo.

O uso de maconha é um assunto bastante polêmico. (Foto: divulgação)

Doenças que a maconha pode tratar

Apesar de ter seus efeitos positivos provados cientificamente há pouco tempo, a maconha já era utilizada há mais de seis mil anos como “remédio” por povos como os chineses. É importante deixar claro que, quando a erva não é usada adequadamente e com o devido acompanhamento médico, é capaz de ser prejudicial em vários aspectos. Essa substância pode ser usada como terapia auxiliar nas seguintes doenças:

  • Câncer

A maconha não é capaz de curar os cânceres, mas pode ser usada para aliviar alguns problemas decorrentes da quimioterapia, pois ajuda a diminuir sintomas como náuseas de vômito. Essa propriedade aparentemente simples é capaz de provocar grandes repercussões no tratamento contra as neoplasias, pois vários pacientes acabam desistindo da terapia justamente por causa desse tipo de sintomas.

  • AIDS

A cannabis é capaz de combater a falta de apetite e o emagrecimento, queixas bastante importantes para pacientes imunodeprimidos, o que poderia ocasionar desnutrição e morte em situações extremas. Nas pessoas sadias esse efeito é conhecido popularmente como “larica”.

A maconha é muito boa para o tratamento de dor crônica. (Foto: divulgação)

  • Dor crônica
Continuar Lendo  Dores do parto: como amenizar

O efeito da maconha no combate à dor crônica é tão tradicional e reconhecidamente eficiente que a erva já era usada para essas finalidades há mais de quatro mil anos. Pode ser uma boa opção especialmente para as pessoas que sofrem de dor neuropática.

  • Glaucoma

O glaucoma é uma das principais causas de cegueira no país, pois o estreitamento do campo visual nem sempre é percebido precocemente, chegando ao ponto do paciente ficar com a visão extremamente limitada. De acordo com vários estudos, a maconha é capaz de ajudar a minimizar esse problema, diminuindo a pressão intraocular.

  • Ansiedade

É bastante normal as pessoas procurarem produtos como chocolate, café, cigarro e chicletes para amenizar a ansiedade, mas o que muita gente não sabe é que a maconha é uma poderosa ferramenta no combate desse problema, atuando também no controle da insônia e até mesmo depressão. É importante ressaltar que pessoas desacostumadas a usar a erva podem acabar apresentando sintomas opostos ao esperado.

Confira mitos e verdades sobre a maconha.

Seguindo os devidos cuidados, a maconha pode ser benéfica em situações específicas. (Foto: divulgação)

O uso da maconha é um assunto sempre polêmico, cercado por mitos e verdades, deixando muitas pessoas confusas e sem saber em que acreditar. Estudos já comprovaram que, com os devidos cuidados e em situações específicas, essa droga possui efeito benéfico no tratamento de vários problemas de saúde.

Top