As brincadeiras ideais para cada idade

As brincadeiras são muitos importantes no desenvolvimento físico e intelectual das crianças, por isso os pais deveriam estar sempre antenados e preocupados em proporcionar…

Por Editorial MDT em 18/02/2013

As brincadeiras são muitos importantes no desenvolvimento físico e intelectual das crianças, por isso os pais deveriam estar sempre antenados e preocupados em proporcionar atividades adequadas de acordo com a faixa etária. Na hora de comprar um jogo ou propor alguma diversão, as coisas podem não ser tão fáceis quanto parecem e muitas dúvidas surgem, fazendo com que os pais não saibam qual brinquedo comprar e nem se brincam com a criança ou deixam ela se divertir sozinha. Para esclarecer essa e muitas outras dúvidas, confira várias dicas e saiba quais as brincadeiras ideias para cada idade.

Confira dicas de brincadeiras infantis para sala de aula.

As brincadeiras ideiais ajudam no desenvolvimento físico e intelectual. (Foto: divulgação)

Brincadeiras para cada faixa etária

É muito importante que as crianças brinquem em atividades adequadas para sua faixa etária, a fim de que despertem o interesse e não se machuquem, se desenvolvendo de forma saudável e segura. Saiba quais são as brincadeiras recomendadas, de acordo com a faixa etária:

  • 0 a 5 anos

Nessa idade as brincadeiras populares são as mais recomendadas, como a amarelinha, que ajuda no desenvolvimento físico e motor; as brincadeiras de roda, que trabalham a expressão corporal e verbal; quebra-cabeça, que ajuda no desenvolvimento do raciocínio e concentração; brincadeiras de faz de conta, que estimula a imaginação e criatividade. Outras boas opções são o esconde-esconde, estátua, lenço atrás, brinquedos de encaixe e blocos de construção.

Saiba quais as melhores brincadeiras para estimular a coordenação motora.

Os blocos de encaixe estimulam a imaginação. (Foto: divulgação)

  • 5 a 10 anos

Para as crianças maiores é necessário encontrar passatempos capazes de prender a atenção, estimulando o raciocínio e criatividade para a resolução de problemas. Atividades que envolvam esforço físico moderado são bem-vindas. Boas alternativas são o pega-pega, esconde-esconde, o mestre mandou, brincadeira da forca, jogos de tabuleiro, danças ou atividades de campo.

Veja algumas brincadeiras ao ar livre para educação infantil.

Brincadeiras de campo, como a queimada, são indicadas para crianças maiores. (Foto: divulgação)

Dicas para brincar bem

Através das brincadeiras as crianças têm a oportunidade de se expressar e desenvolver habilidades. Por isso, é importante garantir a proteção do pequenino, evitando os passatempos que envolvam o uso de objetos adultos e que possam machucar, como facas e canivetes, ou até mesmo aqueles que possam causar alergia e intoxicação, como tintas em spray e produtos químicos.

Apesar de serem bastante práticos e conseguirem reter a atenção dos pequeninos, os computadores e videogames não são boas opções para os pais que buscam um desenvolvimento saudável, pois muitos jogos vão contra certos valores morais, com excesso de violência e até mesmo sensualidade para a idade da criança. Para contornar esse problema, vale a pena orientar os pequenos a refletir e criticar o conteúdo dos jogos.

A amarelinha é uma ótima atividade para desenvolver o desenvolvimento físico e motor. (Foto: divulgação)

As brincadeiras são muito importantes para o desenvolvimento físico e cognitivo das crianças, mas é importante que os pais se mantenham atentos às atividades realizadas pelos pequeninos, que devem ser de acordo com a faixa etária e sempre respeitando certos valores morais.

Top