Menu
Você está em: MundoDasTribos > Notícias > História da Páscoa

A Pascoa tem um significado muito importante para as culturas ocidentais, principalmente entre os Cristãos.

A celebração da Páscoa tem grande importância entre as culturas ocidentais. O termo Páscoa tem uma origem religiosa que vem do latim Pascae. Na Grécia Antiga, este termo também é encontrado como Paska. Mas sua origem mais remota é entre os hebreus, onde aparece o termo Pesach, que significa passagem. Confira aqui a história da Páscoa e veja porque ela é comemorada.

História da Páscoa (Foto: MdeMulher)

História da Páscoa (Foto: MdeMulher)

História da Páscoa

História da Páscoa nas civilizações antigas. Segundo os historiadores que encontraram informações concluíram que uma festa de passagem era comemorada entre povos europeus há milhares de anos atrás. Na região do Mediterrâneo, algumas sociedades, entre elas a grega, comemoravam a passagem do inverno para a primavera, durante o mês de março. Esta comemoração era feita na primeira lua cheia da época das flores. Antigamente, o fim do inverno e o começo da primavera era de grande importância, visto que estava relacionado a maiores chances de sobrevivência por causa do inverno que castigava a Europa, tornado difícil a produção de alimentos.

O coelho é um dos simbolos da Páscoa por representar fertilidade, renascimento (Foto: MdeMulher)

O coelho é um dos símbolos da Páscoa por representar fertilidade, renascimento (Foto: MdeMulher)

A Páscoa e os Judeus

Para os judeus, a páscoa marca o êxodo deste povo do Egito, onde ficaram presos durante vários anos. A Páscoa Judaica também está ligada com a passagem dos hebreus pelo Mar Vermelho, por onde foram libertados do Egito.

Veja aqui: Ovos de Páscoa 2016: modelos, preços

Os ovos de chocolate também são simbolismos da Páscoa (Foto: MdeMulher)

Os ovos de chocolate também são simbolismos da Páscoa (Foto: MdeMulher)

Símbolos da Páscoa

Exatamente como na Antiguidade, os símbolos das festividades pagãs acabaram incorporados à celebração cristã. Como o caso do coelhinho, por exemplo: o bicho era nada menos que a representação a deusa da primavera entre povos bárbaros. Até os dias atuais a Páscoa é chamada Ostern em alemão e Easter em inglês que são derivações do nome da deusa Eostre. Conceitos sexuais da fertilidade comemorada nos ritos pagãos também influenciaram a cerimônia cristã. Até meados do século 20, a Páscoa inglesa incluía brincadeiras eróticas, como levantar uma mulher três vezes – só para ganhar um beijinho.

– O coelho tornou-se símbolo da páscoa por representar a fertilidade, visto que se reproduz rapidamente e em grandes quantidades. Antigamente, a fertilidade significava preservação da espécie e melhores condições de vida, numa época onde o índice de mortalidade era muito alto.

A reprodução está ligada ao significado religioso da páscoa por relaciona-se com a esperança de uma vida nova.

– Os ovos de páscoa (de chocolate, enfeites, jóias), também estão neste contexto da fertilidade e da vida. A imagem do coelho da páscoa foi trazida para a América pelos imigrantes alemães, entre o final do século XVII e início do XVIII. Até os dias atuais os ovos de chocolate são a real representação da Páscoa no Brasil, pois os mesmos são presenteados no domingo de páscoa.

Leia aqui: Mensagens de Páscoa 2016 para Facebook

A Páscoa é comemorada em vários países (Foto: MdeMulher)

A Páscoa é comemorada em vários países (Foto: MdeMulher)

Curiosidades ligadas a Páscoa

– A Quaresma conhecida como o período de 40 dias de jejum parcial que vai da quarta-feira de Cinzas até o domingo de Páscoa possui, na verdade, 46 dias. É que os domingos não contam.

– Uma invenção dos Judeus é a mania de passar fome 40 dias antes da Páscoa. O período de fome seguido de um banquete é um sinal de que o Pessach se originou da comemoração da passagem das estações do ano, ou seja, fome no Inverno, fartura na primavera.

– Os muçulmanos não comemoram a Páscoa, mas têm o equivalente à Quaresma, que nada mais, é do que um período de restrições. Durante os 28 dias do mês de Ramadã, os fiéis jejuam entre o amanhecer e o pôr-do-sol.

Conheça a história da Páscoa (Foto: Exame/Abril)

Conheça a história da Páscoa (Foto: Exame/Abril)

Mais detalhes sobre a história da Páscoa

Queremos hoje que você conheça a história da Páscoa e a importância da data para todos os seres humanos. A páscoa é uma das datas mais importantes do calendário religioso, principalmente para os cristãos. Ela simboliza a ressurreição de Jesus Cristo após a crucificação, representada pela Sexta-feira Santa. A comemoração da páscoa acontece entre 22 de março e 25 de abril, a data certa do domingo festivo depende do ano. O termo páscoa, que vem do hebraico Pesach, significa passagem e se apresenta como a origem mais remota do nome. Na Grécia Antiga, o termo se originou de Paska, enquanto o cristianismo acredita na descendência do Pascae, que vem do latim.

Há várias interpretações para o advento da páscoa, principalmente entre os cristãos. No entanto, existe também uma versão denotativa sobre os fatos que indicam a morte e ressurreição de Cristo. Segundo alguns pesquisadores, o fim trágico de Jesus e o seu suposto renascimento para a vida eterna tem muitas semelhanças com as histórias de alguns deuses, como Osíris e Adônis. Mas este não é o único detalhe e separamos outras informações importantes para que você conheça a história da Páscoa.

Leia mais informações sobre: A Páscoa e a Origem dos seus símbolos

Páscoa tem tudo a ver com a passagem de Jesus na terra (Foto: Exame/Abril)

Páscoa tem tudo a ver com a passagem de Jesus na terra (Foto: Exame/Abril)

Páscoa: em quê acreditar?

Outras visões também procuram analisar a história da páscoa, considerando que a essência não está apenas no cristianismo. Alguns estudiosos interpretam a data como uma readaptação da cultura judaica, que comemora a páscoa por causa da libertação dos hebreus do Egito. Essa concepção ignora algumas teses e coincidências apontadas pela bíblia.

Para avaliar a história da páscoa, é necessário levar em consideração todas as versões. Apesar das dúvidas que surgem a respeito de uma verdadeira origem, a data comemorativa continua sendo uma das mais importantes e significativas para as culturas ocidentais.

Data é celebrada por católicos (Foto: Exame/Abril)

Data é celebrada por católicos (Foto: Exame/Abril)

Ressurreição de cristo

Em síntese, a páscoa cristã é marcada pela Ressurreição de Cristo. Já o período pascal para os pagãos da Antiguidade estava associado ao início da primavera. Na visão do judaísmo, a data serve para comemorar a libertação dos hebreus que estavam sob domínio dos egípcios. As três versões possuem relevância e expressam traços da cultura de povos que viveram em épocas diferentes.

Leia mais informações sobre: História da Páscoa

Comemorações de páscoa

Mitológica, cristã ou judaica, a história da páscoa é marcada por comemorações e tem caráter tradicional entre os povos do ocidente. Com o passar do tempo, os hábitos para festejar a data foram aprimorados, mas o seu capital simbólico continua o mesmo. Em suma, o período pascal serve como pretexto para a renovação e resgate dos valores culturais.

As civilizações modernas encaram a páscoa com outros olhos, indo muito além da religião. Hoje, a data serve de argumento para presentear as pessoas com ovos de chocolate, o que de certa maneira movimenta a indústria e o comércio. Porém, a relação com a história é bem remota e o hábito foi herdado dos símbolos pascais.

A Páscoa e a Origem dos seus símbolos (Foto Divulgação: Pixabay)

A Páscoa e a Origem dos seus símbolos (Foto Divulgação: Pixabay)

A Páscoa e a Origem dos seus símbolos

Saiba tudo sobre a Páscoa e a origem dos seus símbolos. Nessa matéria iremos explicar como surgiu essa data comemorativa e a sua importância para diferentes culturas. Também mostraremos as principais figuras simbólicas e os seus respectivos significados.

O coelho representa esperança de uma nova vida (Foto Divulgação: Pixabay)

O coelho representa esperança de uma nova vida (Foto Divulgação: Pixabay)

A Páscoa e a Origem dos seus símbolos

A páscoa é uma data comemorativa muito importante no calendário, principalmente no contexto religioso. Ela representa a ressurreição de Cristo e sugere uma oportunidade de renascimento, renovação e prosperidade. Nessa ocasião as pessoas se reúnem para trocar chocolates ou compartilhar uma refeição. Todos os elementos característicos da páscoa são simbólicos, ou seja, possuem um significado cultural. A Páscoa e a origem dos seus símbolos você poderá acompanhar aqui no artigo.

Veja também: Como surgiu o Ovo da Páscoa

Ovos de chocolate (Foto Divulgação: MdeMulher)

Ovos de chocolate (Foto Divulgação: MdeMulher)

Confira aqui tudo sobre a Páscoa e a Origem dos seus símbolos

A Páscoa é marcada, a cada ano, de acordo com a primeira lua cheia da primavera europeia, que começa em 21 de março. O domingo, seguinte a essa lua cheia, é o de Páscoa, 40 dias antes, a quarta-feira de Cinzas. Esse ano o domingo de Páscoa cai em 5 de abril.

  • Coelho

O coelho vem da Alsácia, e representa a fecundidade. Ele também traz à tona a ideia de esperança, do início de uma nova vida.

  • Ovo

O ovo de galinha era trocado entre amigos na à antiga Pérsia, chamando a regeneração da vida ao final do inverno. Assim como o coelho, o ovo também está associado a uma nova vida e a fertilidade.

Peixe o alimento mais consumido na Semana Santa (Foto Divulgação: MdeMulher)

Peixe o alimento mais consumido na Semana Santa (Foto Divulgação: MdeMulher)

Ovos de chocolate

No século XIX esses ovos de galinha foram substituídos por ovos de chocolate. Passou a ser moda utilizar chocolate para fazer réplicas perfeitas de objetos. Fabricantes italianos tiveram a ideia de fazer esses ovos de chocolate, recheados com bombons, virando símbolo da Páscoa. Chegando ao Brasil em 1920.

O chocolate é feito a partir das sementes do cacau. A árvore é originária da América Central, vive mais de 100 anos. Precisando de solo fértil e chuvas regulares. Cresce até 12 metros. A semente mede 50cm por fruto, se misturando a uma polpa viscosa e esbranquiçada. As mais caras, usadas na fabricação dos melhores chocolates, são do tipo “criolla” ou “arriba” – de sabor fino e delicado, nativas da própria América Central. A “forasteira” tem sabor mais forte e amargo, produzida no Brasil e na África.

Veja aqui também: Cartões de Páscoa 2016 para Amigos e Familiares

Peixe

Outro símbolo da páscoa é o peixe, que costuma ser o prato principal das refeições da semana santa. O animal relembra a trajetória de Jesus Cristo até o grande dia da sua ressurreição. O girassol também possui uma simbologia na páscoa, apesar do seu sentido ser pouco conhecido, ele representa luz, força e energia.

Cordeiro

O cordeiro, no contexto religioso, é um importante símbolo da páscoa. Ele representa uma forma de agradecimento a Deus.

Não basta apenas trocar ovos de chocolate no dia 27 de março, também é fundamental conhecer a páscoa e a origem dos seus símbolos. Compartilhe esses conhecimentos com as crianças e mostre toda a história que existe por trás da data.

 


RECEBA OS ARTIGOS VIA EMAIL