Tratamento para Toc, Transtorno Obsessivo-Compulsivo

Tratamento para Toc, Transtorno Obsessivo-Compulsivo O nome da síndrome é TOC – Transtorno Obsessivo Compulsivo, uma anomalia que afeta o dia a dia das…

Por Redacao em 12/03/2011

Tratamento para Toc, Transtorno Obsessivo-Compulsivo

O nome da síndrome é TOC – Transtorno Obsessivo Compulsivo, uma anomalia que afeta o dia a dia das pessoas. Por ter poucos casos constatados, mas muitos existentes, pra a medicina é considerada uma doença rara. Tudo começa com aquela mania de lavar as mãos duas vezes ao dia e quando pensa que não a freqüência do ato já se elevou para vinte vezes ao dia.

A doença é desenvolvida por pessoas que, de alguma forma, estão passando por algum tipo de situação estressante na vida como conflitos conjugais, divorciados, separados e desempregados. O TOC é freqüentemente complicado por outras questões orgânicas como transtornos psiquiátricos, o tique nervoso, depressão, ansiedade e esquizofrenia. Tidos também como um dos sintomas do Toc.

Quando tudo isso se mistura é hora de procurar um médico especialista e procurar fazer um tratamento para Toc. A medicina vai ter todas as medicações necessárias e indicar quais tratamentos complementares surtirão efeito sobre a doença.

Alguns especialistas vêem que como curar o Toc é mais uma iniciativa do paciente do que dos médicos em sim, pois, tudo parte de certa disciplina do paciente para se curar deste transtorno. Médicos acham que muitas vezes um único medicamento pode reverter o Toc quando ele vem só, mas, quando combinada com outras doenças, é preciso combinar remédios com algumas outras terapias.

É por isso que atualmente, a terapia aliada à medicação, é tida como as primeiras ações de um tratamento ideal para quem sofre de Toc. A parte farmacológica cuida do organismo enquanto a terapia cuida dos aspectos psicológicos da doença, levando o paciente a ter mais qualidade de vida e sofrer menos com os efeitos nocivos do Toc.

Quem se identificou com um destes problemas pode procurar um médico e se cuidar. Há tratamento para a doença e grandes chances de melhora.

Top