Tipos de lutas mais praticadas por mulheres

Conheça os tipos de lutas mais praticadas por mulheres no Brasil e no mundo. Elas definitivamente estão invadindo os ringues, ou seja, transformando diversos…

Conheça os tipos de lutas mais praticadas por mulheres no Brasil e no mundo. Elas definitivamente estão invadindo os ringues, ou seja, transformando diversos tipos de lutas em hobby. As atividades são praticadas em função do entretenimento, para ocupar o tempo, perder peso, aprender a se defender, definir o corpo e até mesmo extravasar o estresse do dia-a-dia.

Tipos de lutas mais praticadas por mulheres. (Foto: Divulgação)

O público feminino está cada vez mais interessados nas artes marciais e com isso desmistifica o conceito de que “lutar é coisa de homem”. Mulheres de todas as idades lotam as aulas nas academias para aprender os principais golpes da modalidade escolhida. Elas dão murros, chutes, pulam e realizam tantos outros movimentos capazes de melhorar os reflexos e o condicionamento físico.

Apesar de marcar presença nas academias, as praticantes de lutas procuram não perder a vaidade. Por mais violento que seja o esporte, elas sempre arrumam um jeitinho de proteger as unhas e os cabelos. Os treinos também não são tão agressivos e rudimentares, na verdade eles são adaptados para as necessidades e preferências das mulheres.

Saiba mais: Benefícios do boxe para o corpo das mulheres

Tipos de lutas mais praticadas por mulheres

Muay thai é uma das modalidades de luta. (Foto: Divulgação)

Confira a seguir uma seleção com os tipos de lutas mais praticadas por mulheres. Conheça também os benefícios e as características de cada modalidade.

Boxe: o esporte, que antes era restrito para os homens, agora se tornou popular entre as mulheres. Ele incentiva a movimentação do corpo, favorecendo principalmente os músculos das pernas e dos braços. A luta também representa uma ótima oportunidade para afinar a cintura, pois trabalha a região do abdômen em todos os golpes. Em média, uma hora de treino permite perder 800 calorias.

Leia Também:  Problemas de saúde que a falta de sono provoca

Muay thai: esta modalidade tem sido cada vez mais procurada pelas brasileiras nas academias. Ela proporciona um alto gasto calórico devido à intensa movimentação, que inclui saltos, pulos, polichinelos, socos e chutes. As mulheres que praticam o boxe tailandês conseguem fortalecer as pernas, glúteos e abdômen, além de melhorar a concentração e a coordenação motora.

A capoeira também tem feito sucesso com as mulheres. (Foto: Divulgação)

Capoeira: os golpes ajudam a desenvolver a flexibilidade, fortalecem as pernas e melhoram o equilíbrio da mulher.

Karatê: a luta ajuda a tonificar o corpo graças aos movimentos, mas também trabalha a mente da mulher devido à necessidade de concentração e disciplina.

Jiu-jitsu: a luta, de origem japonesa, é praticada no chão e tem como objetivo imobilizar o oponente. Os movimentos ajudam a fortalecer os músculos e melhoram a função cardiorrespiratória, mas é preciso dominar a técnica para se dar bem. Uma hora de treino permite perder em média 1000 calorias.

Os treinos das mulheres são menos agressivos que os dos homens. (Foto: Divulgação)

MMA: a evolução do vale-tudo permite usar qualquer técnica de arte marcial, mas sem comprometer a integridade do praticante. Com as regras bem claras, o MMA deixou de ser tão violento como a sua antiga versão. A luta promove diversos benefícios ao corpo através dos movimentos, além de ajudar a eliminar até 1200 calorias por aula.

Leia mais: Muay Thai – conheça os benefícios para o corpo

Escolha um dos tipos de lutas mais praticadas por mulheres para praticar nas horas vagas. Com certeza será uma ótima forma de relaxar e emagrecer.

Top