Tipos de cirurgia bariátrica

As cirurgias para redução de estômago têm se tornado bastante populares e despertado a curiosidade de muitas pessoas. Entretanto, nem toda cirurgia bariátrica é…

As cirurgias para redução de estômago têm se tornado bastante populares e despertado a curiosidade de muitas pessoas. Entretanto, nem toda cirurgia bariátrica é igual e existem algumas variações que tornam cada tipo de intervenção mais adequada para determinados casos. Conheça os tipos de cirurgia bariátrica e esclareça dúvidas sobre o assunto.

Conheça os principais riscos da cirurgia para redução do estômago.

A cirurgia para redução de estômago tem se tornado bastante popular. (Foto: divulgação)

Tipos de cirurgia bariátrica

As cirurgias bariátricas podem ser divididas em três categorias, de acordo com o tipo de intervenção:

  • Cirurgias de técnicas restritivas

Auxiliam no controle do volume de alimento sólido que é ingerido. É um tipo de intervenção muito dependente da adesão do paciente e colaboração, especialmente no período pós-operatório imediato. Normalmente as técnicas utilizadas são fáceis de serem executadas e oferecem riscos mínimos.

  • Cirurgias de técnicas diabsortivas

Normalmente esse tipo de intervenção permite que o paciente continue comendo a quantidade habitual de alimento, pois o volume gástrico não é alterado e, ao invés disso, é realizado um grande desvio do alimento, que acaba indo direto do estômago para o intestino grosso.

  • Cirurgias com técnicas mistas

Mescla as técnicas restritivas com as diabsortivas.

Saiba qual é o preço médio da cirurgia bariátrica.

Algumas das técnicas de redução bariátrica. (Foto: divulgação)

Principais técnicas restritivas

  • Balão intragástrico

Um balão é colocado por endoscopia digestiva e provoca a sensação de saciedade precoce, diminuindo a quantidade de alimento ingerido;

  • Gastroplastia vertical restritiva de Mason

Nessa cirurgia parte do estômago é “grampeado”, de forma a transformar a região onde em que o alimento será armazenado num pequeno tubo. A desvantagem é que, se ao invés de sólidos o paciente ingerir líquidos, poderá fazê-lo em grande quantidade, prejudicando a perda de peso;

  • Banda gástrica ajustável por laparoscopia
Leia Também:  Como aumentar a privacidade dentro de casa

É colocada uma prótese de silicone que possui um balão inflável, semelhante ao manguito do esfigmomanômetro, permitindo apertar mais ou menos o estômago, da maneira em o médico achar necessário. A intervenção pode ser feita por laparoscopia.

As cirurgias bariátricas podem ser divididas em 3 categorias. (Foto: divulgação)

Principais técnicas diabsortivas

  • Cirurgia de Payne

É realizado um grande desvio intestinal, sem alterar o tamanho do estômago. Esse tipo de intervenção pode gerar alguns prejuízos nutricionais. Por ser de fácil realização, pode anteceder outra cirurgia definitiva, servindo apenas para auxiliar na perda de peso;

  • Derivação bilio-pancreática

Também chamada de cirurgia Scorpinaro, nessa técnica é retirada uma parte do estômago além de um desvio intestinal. Essa intervenção costuma apresentar resultados rápidos;

  • Cirurgia de Hess

Atualmente é a cirurgia mais popular. É realizado um corte longitudinal no estômago, preservando sua anatomia e funções fisiológicas, de modo que o alimento deglutido siga um caminho, enquanto os sucos digestivos sigam por outro, encontrando-se apenas pouco antes do final do intestino delgado.

Fique por dentro dos benefícios da cirurgia plástica depois da redução de estômago.

As técnicas restritivas são menos invasivas e podem ser realizadas por laparoscopia. (Foto: divulgação)

As cirurgias bariátricas têm se tornado bastante populares e cada vez mais pessoas estão se submetendo a esse tipo de intervenção. Pessoas que pensam em realizar tal procedimento devem procurar esclarecer todas as dúvidas possíveis, optando por um médico de confiança e certificando-se de que o profissional esteja apto a realizar esse tipo de cirurgia.

Top