Síndrome de Asperger: o que é

A Síndrome de Asperger é um distúrbio neurológico de espectro autista, ou seja, faz parte de um grupo de condições que incluem o autismo…

Por Editorial MDT em 13/12/2012

A Síndrome de Asperger é um distúrbio neurológico de espectro autista, ou seja, faz parte de um grupo de condições que incluem o autismo e outros transtornos que cursam com quadro clínico semelhante, envolvendo, principalmente, problemas de linguagem e comunicação, além de comportamento ou raciocínio repetitivo e restritivo. Fique por dentro do assunto e saiba o que é a Síndrome de Asperger.

Saiba mais sobre os sintomas da Síndrome de Asperger.

O tratamento precoce é essencial para prevenir problemas futuros. (Foto: divulgação)

Síndrome de Asperger

Os portadores desse transtorno vão apresentar problemas bastante parecidos com os dos pacientes autistas, com déficit mais aparente especialmente na área de comunicação e interação social. É importante deixar claro que esses indivíduos possuem habilidade verbal e inteligência dentro dos níveis da normalidade, sendo, portanto, a manifestação mais leve das doenças do espectro autista.

Principais sintomas

Um dos principais sintomas da Síndrome de Asperger é a obsessão por determinados objetivos ou assuntos, que é tão intenso a ponto da pessoa simplesmente ignorar outros objetos, pensamentos ou tópicos.

Ao contrário dos portadores do Transtorno Global do Desenvolvimento (autismo clássico), esses pacientes tendem a apresentar um bom vocabulário e até mesmo desenvolvem habilidades com a gramática. Infelizmente, as crianças portadoras desse distúrbio tendem a apresentar outros problemas de linguagem, como a dificuldade de entender a comunicação não verbal e a tendência em ser muito literal em suas interpretações.

Portadores de Asperger possuem dificuldade de entender linguagem não verbal. (Foto: divulgação)

Confira dicas de como incentivar crianças autistas.

Entre os principais sintomas que os portadores desse problema podem apresentar, destacam-se:

  • Rotinas e rituais obsessivos;
  • Déficit do desenvolvimento motor, com movimentos descoordenados e desajeitados;
  • Sensibilidade a estímulos sensoriais como luz, som, textura ou gosto.

Tratamento

Infelizmente, ainda não existe cura para a Síndrome de Asperger, porém é totalmente possível que os pacientes que sofrem desse transtorno possam ter uma vida plena e feliz, com praticamente quase nenhum prejuízo em suas atividades cotidianas. Para prevenir os danos decorrentes da síndrome, o tratamento precoce é essencial.

A terapêutica consiste basicamente em treinamentos para evoluir as habilidades sociais e educacionais, podendo englobar terapia ocupacional e uso de medicação para eventuais comorbidades.

Veja algumas dicas de cuidados com as crianças autistas.

O tratamento consiste em desenvolver as habilidades necessárias. (Foto: divulgação)

A Síndrome de Asperger é a mais leve dentre todas as doenças que fazem parte do grupo de distúrbios neurológicos de espectro autista. O problema afeta, principalmente, a habilidade de interações sociais e desenvolvimento da linguagem, sendo, portanto, indispensável o tratamento precoce.

Top