Santos e Barcelona começam a conhecer seus adversários no Mundial de Clubes da Fifa

A pouco mais de um mês para o início da Copa do Mundo de Clubes da Fifa, que será disputada entre os dias 8…

Duelo entre Neymar e Messi é aguardado por torcedores do mundo todo

A pouco mais de um mês para o início da Copa do Mundo de Clubes da Fifa, que será disputada entre os dias 8 e 18 de dezembro, nas cidades japonesas de Yokohoma e Toyota, os torcedores santistas vivem um misto de ansiedade e apreensão com relação ao possível duelo contra o temido Barcelona.

Entretanto, o Santos, campeão da Copa Libertadores da América, e o Barcelona, vencedor da Liga dos Campeões da Europa, poderão se enfrentar somente se chegarem à decisão do torneio.

Antes, as duas equipes terão de superar algumas surpresas nas semifinais do Mundial. Além do Santos e do Barça, na competição deste ano já estão garantidos o Monterrey, do México, ganhador da Liga dos Campeões da Concacaf, e o Auckland City, da Nova Zelândia, vencedor da Liga dos Campeões da Oceania. Os campeões na Ásia e na África, além de um clube do Campeonato Japonês, representando o país-sede, também participarão do torneio, mas ainda não foram definidos.

Na Ásia, o Al Sadd, do Catar, e o Jeonbuk Hyundai Motors, da Coreia do Sul, fazem a final, no próximo dia 5 de novembro, para ver quem garante presença no Mundial.
Já na África, o Wydad Casablanca, do Marrocos, e o Espérance, da Tunísia, jogarão a decisão do principal torneio interclubes do continente, nos dias 6 e 12 de novembro.

A briga pela vaga oferecida ao Japão segue bastante acirrada. A quatro rodadas do fim do Campeonato Japonês, o líder é o Kashiwa Reysol, que tem 62 pontos. O Gamba Osaka, com 60, e o Nagoya Grampus, com 59, também estão na corrida pelo título. Com chances matemáticas, o Yokohama Marinos, com 52, e o Vegalta Sendai, com 51, correm por fora.

Leia Também:  Abertura da Copa do Mundo 2014

No ano passado, a Internazionale de Milão se sagrou campeã da Copa do Mundo de Clubes da Fifa, ao derrotar na final o surpreendente Mazembe, da República Democrática do Congo, por 3 a 0.

Top