Problemas de saúde que a falta de sono provoca

Uma boa noite de sono é essencial para nossa saúde. A falta ou as poucas horas de sono podem aumentar o peso, estresse e…

Por Editorial MDT em 22/03/2013

Uma boa noite de sono é essencial para nossa saúde. A falta ou as poucas horas de sono podem aumentar o peso, estresse e ainda elevar os riscos de algumas doenças, como diabetes, hipertensão, obesidade e outras. Saiba mais sobre os problemas de saúde que a falta de sono provoca.

A falta de sono pode provocar vários problemas de saúde. (Foto: divulgação)

Falta de sono

O excesso de trabalho, o estresse, insônia e os distúrbios do sono são alguns dos principais fatores que interferem em uma boa noite de sono. Segundo pesquisas feitas pelo Instituto de Pesquisa e Orientação da Mente (IPOM), 69% dos brasileiros avaliam seu sono com ruim e insatisfatório, apresentando problemas que vão desde dificuldades de pegar sono até acordar várias vezes a noite.

Apesar de poucas horas de sono fazerem parte da vida dos brasileiros, dormir menos que o ideal pode afetar nossa saúde, influenciando em funções que muitas vezes não imaginamos estar relacionadas ao sono.

A falta de sono pode prejudicar a memória e concentração. (Foto: divulgação)

Veja também sono excessivo, causas 

Problemas de saúde que a falta de sono provoca

1. Afeta na perda de peso: durante o sono nosso corpo produz leptina, hormônio que controla a saciedade ao longo do dia. As pessoas que dormem menos produzem menor quantidade desse hormônio. O que pode gerar uma ingestão exagerada de calorias durante o dia, pois o corpo não fica satisfeito;

2. Prejudica a memória: o sono é essencial para que o cérebro conserve a memória de curto e longo prazo. Especialistas afirmam, que o cérebro seleciona as informações acumuladas, armazenando somente o que considera essencial. Sendo assim, quem dorme mal pode sofrer para recordar de eventos simples, como episódios no dia anterior;

3. Diminui a imunidade: durante o sono vários processos ocorrem no nosso organismo, dentre eles a produção de anticorpos. Segundo pesquisas, dormir pouco reduz a imunidade e número de leucócitos, células que são responsáveis pelo combate de corpos estranhos;

4. Envelhecimento precoce: o sono é essencial para a produção de hormônios que rejuvenescem. Pois eles atuam como reparadores e calmantes para a pele, impedindo que o corpo descanse de forma adequada. Os maiores resultados são pele sem viço e com olheiras;

5. Desregula a pressão arterial: a dificuldade de descansar durante a noite é equivalente a um estado de estresse, aumentando a atividade da adrenalina no corpo. Uma noite mal dormida deixa o organismo em estado de alerta, aumentando a pressão sanguínea;

6. Melhora o desempenho físico: o sono incompleto é uma das principais causas de fadiga ou baixo desempenho motor. Quando dormimos em sono profundo e sem interrupções, nosso corpo produz hormônio GH, responsável pelo crescimento. Esse hormônio tem a função de ajudar a manter o tônus muscular, evitar o acúmulo de gorduras e melhora o desempenho físico.

A má qualidade de sono pode favorecer para o envelhecimento precoce. (Foto: divulgação)

Veja também dicas para ter uma ótima noite de sono 

Uma boa noite de sono é indispensável para o bom funcionamento do nosso organismo. A falta de sono pode provocar problemas de saúde como redução da imunidade, envelhecimento precoce, desregulação da pressão arterial, desequilíbrio no peso e muito mais. Portanto, é imprescindível melhorar a qualidade de sono. Aposte em uma alimentação saudável e pratique exercícios físicos, pois ajudam a melhorar os padrões de sono.

Top