Pílula da ginástica: o que é, saiba mais

Muitas pessoas sonham em perder peso sem precisar frequentar a academia. Pensando nisso, os pesquisadores estão tentando desenvolver uma pílula capaz de queimar calorias…

Muitas pessoas sonham em perder peso sem precisar frequentar a academia. Pensando nisso, os pesquisadores estão tentando desenvolver uma pílula capaz de queimar calorias tal como os exercícios físicos.

Os cientistas querem criar uma pílula que reproduz os efeitos dos exercícios físicos no organismo. (Foto:Divulgação)

Pílula da ginástica já é alvo de testes

O Instituto de Pesquisa Scripps, em Júpiter, na Flórida, criou um composto que promete auxiliar na perda de peso. A substância foi testada em ratos obesos e o resultado do estudo foi publicado recentemente no periódico Nature Medicine.

O composto desenvolvido por estudiosos americanos aumenta uma ativação de uma proteína chamada REV-ERB, conhecida por controlar a frequência cardíaca e os relógios biológicos dos animais.

Para avaliar a eficácia da pílula da ginástica, os pesquisadores injetaram o composto em ratos bem acima do peso ideal. Assim, os animais emagreceram, mesmo com uma dieta calórica. A substância também ofereceu outros benefícios ao organismo, afinal, melhorou os níveis de colesterol no sangue.

Uma das possibilidades para queimar gorduras é a ativação da proteína REV-ERB. (Foto:Divulgação)

Durante a pesquisa, os cientistas puderam observar que os ratos consumiram mais oxigênio e gastaram mais energia em comparação com os animais que não receberam composto. A droga foi capaz de fornecer um tipo de exercício para o corpo sem a necessidade de esforço físico, o que deixou os ratos preguiçosos e inativos.

Em outro teste, os pesquisadores injetaram o composto em ratos sedentários para estimular a produção de REV-ERB. Quando os animais foram colocados em esteiras, eles correram tanto quanto os ratos normais.

Lacunas da pesquisa

Os estudos sobre os efeitos da pílula da ginástica estão acontecendo a todo vapor, mas algumas lacunas continuam intrigando os estudiosos. Ainda não se sabe, por exemplo, se a droga é capaz de aumentar a proteína REV-ERB em pessoas saudáveis.

Leia Também:  Os destinos mais procurados por mochileiros

Outra preocupação que surge na mente dos cientistas é se a pílula seria capaz de proporcionar os mesmos efeitos fisiológicos complexos dos exercícios físicos. Também não se sabe ainda se haverá efeitos colaterais ao simular o processo e ‘enganar’ o corpo.

Outra pesquisa

Por enquanto, os estudos estão sendo realizados com ratos. (Foto:Divulgação)

Os cientistas da Faculdade de Medicina da Universidade de Washington, em St. Louis, também estão em busca de um composto que desempenhe o papel das atividades físicas no organismo. No estudo publicado no periódico PLoS Biology, eles tentaram aumentar a produção de mitocôndrias em células através de doses de resveratrol, uma substância presente em grande quantidade na casca da uva. Ao produzir mitocôndrias, os efeitos dos exercícios aeróbicos são imitados.

No entanto, quando os ratos foram alimentados com doses significativas de resveratrol, eles não produziram mais mitocôndrias. As doses exageradas da substância envenenam o corpo, por isso não funcionam.

Mesmo com os resultados duvidosos, os pesquisadores continuam em busca da fórmula perfeita para a pílula da ginástica. No entanto, eles alertam que nenhuma droga será capaz de substituir integralmente os benefícios da rotina de exercícios físicos.

Top