Pesquisa associa tempo de gestação à desempenho escolar da criança

Os bebês prematuros, que nascem entre a 34ª e 36ª semana de gestação, podem correr sérios riscos de saúde. Eles normalmente precisam de ajuda…

Bebês que nascem antes da hora podem ter desenvolvimento escolar prejudicado. (Foto: Divulgação)

Os bebês prematuros, que nascem entre a 34ª e 36ª semana de gestação, podem correr sérios riscos de saúde. Eles normalmente precisam de ajuda para mamar e respirar, além do que também possuem risco de sofrer com problemas no sistema nervoso e gastrointestinal.

A criança que nasceu antes do tempo pode apresentar sequelas ao longo do seu crescimento, como dificuldades respiratórias e infecção no intestino. Recentemente também foi descoberto que a criança nascida com 37 semanas ou menos pode ter problemas de aprendizagem.

Saiba mais: Bebês prematuros possuem mais problemas emocionais

Tempo de gestação influencia no desempenho escolar

Uma pesquisa realizada pela Universidade de Columbia, nos Estados Unidos, descobriu que o tempo de gestação influencia no desempenho escolar durante a infância. Os resultados deste estudo norte-americano foram publicados na revista Pediatrics.

De acordo com os autores do trabalho, os bebês que nascem na 37ª ou 38ª semana de gestação podem não ir tão bem nos estudos como os nascidos entre a 39ª e 41ª semana. Antes deste estudo, outros pesquisadores já tinham considerado a hipótese de que os prematuros tardios seriam prejudicados, isto é, as crianças nascidas com 34 ou 36 semanas de gestação.

A pesquisa avaliou 128.050 crianças, que nasceram entre a 37ª e a 41ª semana de gravidez. (Foto: Divulgação)

Para chegar aos resultados, os estudiosos da Universidade de Columbia avaliaram 128.050 crianças, que nasceram entre a 37ª e a 41ª semana de gravidez. Além das informações sobre o nascimento, foram consideradas também as notas obtidas em provas escolares. Contudo, o estudo deixou de lado dados como o peso do bebê ao nascer e condições socioeconômicas.

Leia Também:  Sandálias meia pata: dicas para usar

Dificuldades para ler e resolver exercícios de matemática

Conclui-se então que os alunos nascido de 37 semanas tinham 23% mais chances de desenvolver problemas de leitura do que aqueles que nasceram com 41 semanas. Já as crianças geradas com um período gestacional de 38 semanas, apresentavam o risco de 13%.

A pesquisa não considerou apenas a dificuldade de ler das crianças, mas também levou em conta o desempenho nos exercícios de matemática. Os estudantes nascidos de 37 semanas apresentaram um desempenho inferior nas provas desta disciplina.

A taxa de crescimento do cérebro do feto é maior nas últimas semanas de gestação. (Foto: Divulgação)

Segundo os pesquisadores norte-americanos, o desempenho escolar inferior pode estar associado à taxa de crescimento do cérebro do feto, que costuma ser maior durante as últimas semanas do período gestacional. Assim, uma criança que nasce antes da gestação completar 40 semanas, tem fortes chances de ter o seu desempenho interrompido e apresentar alguma deficiência na aprendizagem.

O estudo que avalia os efeitos negativos do período gestacional mais curto deve servir de alerta para pais e médicos. Ao decidir o dia do nascimento do bebê, é necessário considerar os prejuízos que um parto prematuro pode desencadear.

Em alguns casos, os pais não possuem o controle do nascimento do filho, por isso o bebê pode acabar nascendo com 37 semanas ou menos.

Veja também: Dicas para acompanhar o desempenho escolar do filho

Top