Parque Nacional do Iguaçu: dicas de atividades

As quedas d’água do Parque Nacional do Iguaçu, no Paraná, oferecem aos turistas um espetáculo de beleza inigualável. E quem desejar participar de ainda…

Por Editorial MDT em 06/09/2012

As quedas d’água do Parque Nacional do Iguaçu, no Paraná, oferecem aos turistas um espetáculo de beleza inigualável. E quem desejar participar de ainda mais atividades no Parque Nacional do Iguaçu, pode encontrar vários alternativas para prática de rafting, rapel, arvorismo e passeios de barco.

Dicas de atividades para praticar no Parque Nacional do Iguaçu

Entre as opções de atividades para praticar no Parque Nacional do Iguaçu estão as trilhas. A Trilha do Poço Preto é a de maior extensão, com nove quilômetros e pode ser feita aliando caminhada, ciclismo ou passeio em um veículo especial. O passeio pode durar de duas a quatro horas e meia dependendo da disposição das pessoas. Quem preferir uma caminhada mais curta, pode optar pela Trilha da Bananeira, que possui aproximadamente 1,6 Km de extensão e permite a observação de pássaros e navegação pelo rio Iguaçu até Porto Canoa.

 

Se você quer aproveitar o passeio no Parque Nacional do Iguaçu sem se cansar tanto, uma opção interessante é voar em um helicóptero durante 9 a 10 minutos, em passeio da empresa Helisul. No sobrevoo é possível ter uma vista privilegiada do Parque e das Cataratas.

 

Veja também: Resorts em Foz do Iguaçu CVC 2012

Parques Nacionais do Brasil: quais são

Alternativa de passeio é o Macuco Safári em que os visitantes podem fazer um caminho pela mata a pé e uma parte de carro até o local em que partem os barcos bimotores que levam até bem próximo das quedas d’água. Essa atividade de lazer no Parque Nacional do Iguaçu é uma opção para quem deseja ver de perto as cataratas e não tem medo de se molhar.

Outras opções de atividades no Parque Nacional do Iguaçu

O Parque Nacional do Iguaçu também conta com muro de escalada com paredões de vários níveis de dificuldade. Os praticantes podem escalar muros artificiais ou rochas perto do Cânion do rio Iguaçu. O arvorismo é outra atividade esportiva para praticar no Parque do Iguaçu. O processo se inicia com um treinamento em locais baixos e depois o turista começa a andar pelo circuito real, que conta com obstáculos a uma altura de oito metros, no interior da mata.

O parque ainda conta com estrutura para rapel (com uma descida de 55 metros de altura) e rafting com botes seguidos por um barco a motor e guias. Todas essas atividades, que são pagas separadamente do ingresso no Parque do Iguaçu permitem ter uma visão ainda melhor do território natural, uma das Sete Maravilhas Naturais do Mundo.

 

Top