Mitos e verdades sobre o sol

Para encarar o verão livre dos efeitos do sol, os cuidados com a pele devem ser ainda maiores, principalmente nas áreas mais expostas como…

Para encarar o verão livre dos efeitos do sol, os cuidados com a pele devem ser ainda maiores, principalmente nas áreas mais expostas como rosto, pescoço, colo e braços. Pensando nisso, selecionamos alguns mitos e verdades sobre o sol. Confira.

O protetor solar deve ser aplicado a cada duas horas. (Foto: divulgação)

Sol e cuidados com a pele

Os cuidados com a proteção solar devem ser redobrados durante o verão, principalmente para áreas mais expostas da pele. Uma pequena quantia de sol é essencial para que nosso corpo produza vitamina D, porém ela é menor do que a do bronzeado. O excesso de sol pode causar vários problemas para saúde, como o câncer de pele e catarata.

Além disso, o envelhecimento da pele pode ser causado pela exposição solar excessiva. Segundo dados da Organização Mundial de Saúde (OMS), estima-se de 90% das doenças como melanoma e outros canceres de pele seja provocado pela exposição a radiação ultravioleta UV.

Veja também as principais características de um bom protetor solar

Mitos e verdades sobre o sol

1. O protetor solar deve ser aplicado a cada duas horas:

Verdade. A reaplicação do protetor solar é muito importante, principalmente após nadar, usar toalhas ou suar intensamente. A quantidade deve ser a mesma aplicada a cada duas horas.

2. Pele bronzeada é sinal de saúde.

Mito. Ao contrário do que pensamos, a pele bronzeada está criando uma defesa. Com o excesso de sol, as células produzem mais melanina com a intenção de proteger a pele.

O excesso de sol pode ser prejudicial para a pele. (Foto: divulgação)

3. As queimaduras e descamação da pele significam falta de proteção.

Verdade. A aplicação do protetor com fatores altos não é suficiente para várias horas de exposição ao sol. A proteção solar também tem limites. Por isso é essencial manter um equilíbrio na exposição em horários onde os raios solares são menos agressivos.

Continuar Lendo  Dieta da argila emagrece 5 kg em 10 dias

4. Pessoas com a pele negra não devem usar protetor.

Mito. Apesar de terem a pele mais resistente, nenhuma pessoa está livre do câncer de pele. Sendo assim, o protetor deve ser usado.

5. Algumas partes do corpo bronzeiam mais rápido que outras.

Verdade. O bronzeamento é determinado pela produção de melanina pelos melanócitos. A quantidade certa varia de local para local, portanto nas partes de maior concentração a pigmentação será maior.

6. O fator de proteção está relacionado com a cor da pele.

Mito. Independente da cor da pele, o fato mínimo a ser usado é o 15 FPS ou maior. Usando um filtro com essa proteção significa que a pele levará 15 vezes mais tempo para ficar vermelha do que sem proteção.

É importante evitar a exposição solar em horários muito quentes. (Foto: divulgação)

Veja também erros ao passar protetor solar 

O sol é um grande aliado da nossa saúde e beleza, porém deve ser usado com cuidado para que não cause danos a nossa pele. A proteção solar é indispensável durante todos os dias, principalmente nas partes do corpo mais expostas.

 

Top