Mitos e verdades sobre bebida alcóolica

Os mitos envolvendo o consumo de bebidas alcoólicas são inúmeros e, estão entre pessoas mais maduras e bem informadas ou jovens descolados e antenados…

Os mitos envolvendo o consumo de bebidas alcoólicas são inúmeros e, estão entre pessoas mais maduras e bem informadas ou jovens descolados e antenados nos últimos assuntos, todo mundo que faz uso desse tipo de bebida acaba se deparando, em algum momento, com fatos e dicas que podem causar muita dúvida. Saiba mais sobre o assunto e conheça alguns mitos e verdades sobre bebidas alcoólicas.

Conheça mais os efeitos do álcool no cérebro e estômago.

Todo mundo que faz ou fez uso de álcool já se deparou com algum mito sobre o assunto. (Foto: divulgação)

Mitos e verdades sobre bebidas alcoólicas

  • Mulheres ficam embriagadas com mais facilidade

Verdade. Segundo estudos a ingestão da mesma quantidade de bebida por homens e mulheres é capaz de afetar muito mais rapidamente o público feminino. Esse efeito ocorre devido ao fado da mulher possuir menos água corporal, adquirindo maior concentração de álcool, enquanto nos homens o teor alcoólico sanguíneo fica mais diluído.

  • Um copo de cerveja é capaz de curar a ressaca

Mito. Do ponto de vista médico, o que pode ocorrer é que, ao ingerir um copo de cerveja, a pessoa alivie a sensação de mal-estar temporariamente, pois os sintomas da abstinência do álcool e os da ressaca são bastante semelhantes.

Entenda por que a abstinência de álcool pode causar morte.

  • Independente da bebida, o que determina a alcoolemia é a quantidade ingerida

Verdade. Muitas pessoas dão preferência a determinadas bebidas por serem, supostamente, mais “fracas”. Infelizmente esse é um engano, pois mais importante que o teor alcoólico é a quantidade de bebida ingerida.

Tomar um copo de cerveja não ajuda a acabar com a ressaca. (Foto: divulgação)

  • Usar comprimidos antes de beber previne a ressaca
Leia Também:  Unhas arredondadas: tendências, dicas

Mito. Geralmente esses comprimidos são compostos por anti-inflamatório, analgésico e antiácido, capaz de aliviar parcialmente alguns dos sintomas da ressaca, mas são incapazes de impedir os efeitos do álcool no organismo, como sonolência, sede excessiva e perda dos reflexos.

  • Não há problemas em misturar bebidas diferentes

Verdade. Alternar entre o consumo de bebidas destiladas com fermentadas ou até mesmo experimentar diversos sabores não influencia no grau de embriaguez nem na ressaca. O que pode ocorrer é que, com a grande variedade de cheiros e gostos, a pessoa pode acabar se sentindo enjoada.

  • Tomar café forte ou ducha fria deixa a pessoa sóbria

Mito. A cafeína funciona estimulando o sistema nervoso central, e por isso pode ajudar a minimizar ou até mesmo reverter o sono, dependendo do grau de embriaguez, da mesma forma que uma ducha fria ajuda a despertar, mas ambos os métodos são não capazes de cortar o efeito do álcool.

Saiba por que o álcool em excesso pode causar demência.

As mulheres ficam embriagadas com mais facilidade. (Foto: divulgação)

Apesar da facilidade de acesso à informação ser grande e do grande avanço nas pesquisas em saúde, o consumo de bebida alcoólica ainda é cercado por mitos e verdades que causam várias confusões. Para se prevenir de eventuais problemas, vale a pena se manter bem informado.

Top