Álcool – Seus Efeitos No Cérebro e Estômago

Ao ingerir bebidas alcoólicas que tem como ingrediente principal o etanol, o organismo passa a sofrer alterações e incômodos. E dependendo da quantia de…

Ao ingerir bebidas alcoólicas que tem como ingrediente principal o etanol, o organismo passa a sofrer alterações e incômodos. E dependendo da quantia de álcool os efeitos acabam sendo nocivos, causando problemas.

As bebidas alcoólicas, de certo modo, funcionam como combustível para a diversão. As pessoas consomem normalmente para apreciar o estado de euforia e se sentirem mais soltas. No entanto, é importante tomar cuidado para que o consumo do álcool não se torne um vício e traga sérios prejuízos à saúde.

Quando as bebidas alcoólicas são ingeridas periodicamente e em grandes quantidades,  elas podem desencadear severas perturbações no organismo, interferindo em especial no funcionamento do coração, estômago, fígado, cérebro e rins.

Veja a ação do álcool no cérebro e estômago:

– Cérebro: A molécula de etanol levada pelo sangue chega ao cérebro, que estimula os neurônios a liberar uma quantia a mais de Serotonina. (Substância que regulariza o prazer, humor e ansiedade) deixando a pessoa desinibida e eufórica.

Se a ingestão de álcool continuar, outros neurotransmissores são afetados. O etanol inibe a liberação do glutamato, que regula o gaba. Sem o controle do glutamato, mas gaba é liberado no cérebro, fazendo os neurônios trabalharem menos, deixando a pessoa sem coordenação, descontrolada e ainda com lapsos de memória. O indivíduo fica com dificuldades para analisar os seus atos, pode ter convulsões, seus reflexos se tornam lentos e o raciocínio não funciona como deveria. O estado é passageiro, mas pode ser muito prejudicial.

Quando a ingestão de álcool é excessiva pode gerar uma intoxicação e resultar no que se chama de coma alcoólico.

– Estômago: A mucosa do estômago fica irritada com o etanol, desregulando a digestão e aumentando a produção de ácido gástrico no órgão. Deixando a pessoa com sensação de enjôo e mal-estar. As crises de vômitos também podem ser causadas pelo excesso de bebida alcoólica, sendo uma forma de o corpo manifestar a agressividade do álcool sobre o estômago.

Continuar Lendo  Saiba como prevenir a gota

Quem consome bebidas alcoólicas com freqüência aumenta as chances de desenvolver o alcoolismo crônico, ou seja, uma dependência. Quem sofre desse tipo de vício pode desenvolver uma série de problemas de saúde e sofrer prejuízos na vida em sociedade.

Portanto, antes de bebe, analise se vale à pena! Cuidado com os exageros e procure estabelecer limites para o consumo. Não prejudique o funcionamento do cérebro ou do estomago a toa.

Top