Abstinência de álcool pode levar à morte

O alcoolismo é um problema que afeta a saúde física, o bem-estar emocional e o comportamento do indivíduo. Segundo o Centro de Referência em…

Por Editorial MDT em 11/09/2012

O alcoolismo é um problema que afeta a saúde física, o bem-estar emocional e o comportamento do indivíduo. Segundo o Centro de Referência em Álcool, tabaco e outras Drogas, um em cada dez casos de abstinência de álcool, que surgem logo a após a última dose, é muito grave e pode levar até a morte se não for tratada a tempo. Saiba mais sobre esse assunto.

O alcoolismo é um problema que afeta grande parte da população brasileira (Foto: divulgação).

Alcoolismo e seus efeitos

O uso de substâncias alcoólicas que alteram o estado psicológico tem sido cada vez maior nos dias atuais. O alcoolismo é uma doença que interfere na saúde física, emocional e comportamental do indivíduo. Estima-se que no Brasil em torno de 10 a 20% da população sofra deste mal.

Os efeitos físicos causados pelo alcoolismo são muitos, porém entre os mais comuns está a diminuição dos reflexos e a sedação. O uso prolongando do álcool pode aumentar os riscos do surgimento de várias doenças, causar danos cerebrais irreversíveis e levar até a morte.

Leia também tratamento para alcoolismo 

Síndrome da abstinência alcoólica pode levar a morte

Segundo o Centro de Referencia em Álcool, Tabaco e outras Drogas (Cratod), um em cada dez casos de síndrome de abstinência alcoólica, que aparecem após a última dose de álcool ingerida, é grave e pode levar a morte. Além disso, os sinais mais graves podem durar até 72 horas.

A abstinência alcoólica pode causar alucinações, aumento da transpiração e levar a morte (Foto: divulgação).

Os sintomas que caracterizam essa síndrome são:

  • Tremores generalizados;
  • Sudorese;
  • Dores de cabeça;
  • Vômitos;
  • Alucinações;
  • Desorientação em tempo e espaço;
  • Dellirium Tremens (em casos mais graves).

Essas crises de abstinência alcoólica podem causar lesões neurológicas e levar a morte se não forem tratadas a tempo. Estima-se que 90% das pessoas que exageram no consumo de álcool sofrem com a síndrome de forma leve ou moderada nas primeiras 24 horas após a última dose ingerida. O ideal é que essas pessoas tomem muita água e repousem para que o organismo se recupere.

O que é Dellirium Tremens

Trata-se de uma emergência médica que quando não tratada adequadamente, pode levar o paciente a convulsões e até a morte. Geralmente inicia na semana que o paciente para de beber.  Ele pode apresentar aceleração dos batimentos cardíacos, aumento da transpiração, febre, insônia, ansiedade e alucinações causando um estado de irregularidade no nível de consciência do indivíduo.

A síndrome da abstinência alcoólica pode ser apresentada logo nas primeiras 24h após a última ingestão de álcool (Foto: divulgação).

Veja também alcoolismo sonhos com a bebida

O alcoolismo é um problema que acomete grande parte da população em todo o mundo. A síndrome da abstinência alcoólica é muito comum após a ingestão da última dose e pode levar o indivíduo a apresentar vários problemas e até a morte quando não tratada corretamente. A ingestão de água após a ingestão de álcool, ajuda a evitar o problema.

Top