Mitos e verdades sobre a saúde da voz

Quem nunca ouviu falar que tomar um chá, chupar pastilhas, fazer gargarejos melhora a voz? Não existem comprovações científicas para as crendices populares, porém,…

Quem nunca ouviu falar que tomar um chá, chupar pastilhas, fazer gargarejos melhora a voz? Não existem comprovações científicas para as crendices populares, porém, sabe-se dos resultados positivos do efeito placebo. Saiba mais sobre os mitos e verdades sobre a saúde da voz. Confira.

A voz é muito importante para nossa saúde. (Foto: divulgação)

Saúde da voz

A saúde vocal é um termo muito amplo, relacionado com procedimentos ideais para à conservação e duração da voz. As regras básicas de saúde vocal são praticamente desconhecidas pela população. Atualmente, além de serem muito estudadas, elas estão sendo aprimoradas pelos fonoaudiólogos.

Cantores, atores, jornalistas, oradores e até outras pessoas com problemas na voz, podem através dessas orientações, identificar e corrigir os possíveis danos e aprender regras práticas para usar a voz com menos esforço e maior rendimento.

Veja também voz rouca, cuidados 

Mitos e verdades sobre a saúde da voz

1. Pessoas com tom de voz alto é impossível ser mudado.

Mito. Com o auxilio de um fonoaudiólogo é possível melhorar o controle do volume ou intensidade da voz. Segundo especialistas, falar alto é um hábito que se adquire, portanto pode ser mudado.

2. A voz se modifica durante o dia.

Verdade. Pela manhã, a voz apresenta um som mais grave, pois a musculatura ainda não está aquecida. Para as pessoas que utilizam muito a voz durante o dia devem tomar cuidado para que ela não piore, causando atrito vocal.

A voz deve ser bem cuidada, pois usamos ela para nos comunicar. (Foto: divulgação)

3. É normal uma criança ser rouca.

Mito. A rouquidão é um sinal de problema na voz. Algumas crianças são mais extrovertidas, falam mais e gritam, por isso podem ficar roucos. Se a rouquidão for permanente é preciso analisar o que está acontecendo.

Leia Também:  O Que Fazer em Casos de Desmaios

4. Qualquer pessoa pode cantar.

Verdade. Todas as pessoas podem cantar, porém é preciso respeitar a extensão vocal de cada um.  Algumas pessoas já nascem com o dom, outras conseguem aprimorar a técnica e também existem aqueles desafinados ou que apresentam limitações. É preciso avaliar as possibilidades de se enveredar essa área, consultando um professor de canto ou regente.

5. A voz só muda na adolescência.

Mito. A voz muda de forma significativa na adolescência, estabilizando-se na fase adulta e depois na velhice. Em seguida perde qualidade, devido as quedas hormonais e as modificações causadas pelo envelhecimento do organismo.

6. É possível produzir vários tons de voz sem prejudicar as cordas vocais.

Verdade. É possível sim, porém elas devem ser produzidas sem esforço muscular e atrito nas pregas vocais. Tudo depende do preparo que você realizou para isso.

7. Aulas de canto melhoram problemas na voz.

Mito. As aulas de canto ajudam a aperfeiçoar a habilidade de cantar, porém, não possuem efeito positivo sobre a voz. Qualquer alteração da voz desse ser avaliada pelo fonoaudiólogo ou otorrinolaringologista.

Procure um fonoaudiólogo para avaliar sua voz. (Foto: divulgação)

Veja também voz, dicas de exercícios vocais

Os problemas na voz podem colocar em risco a saúde das pessoas e também sua profissão, mas são facilmente tratáveis quando identificados precocemente e de forma correta. Quem está com problemas na voz ou está descontente com a mesma, pode melhorá-la através do tratamento e treinamento estabelecido pelo fonoaudiólogo.

 

Top