Mitos e verdades da pneumonia

Ainda existe muita confusão girando em torno de algumas doenças, como a pneumonia, o que acaba resultando no aparecimento de uma série de crendices…

Por Editorial MDT em 25/05/2012

A pneumonia é a segunda principal causa de internação hospitalar pelo SUS

Ainda existe muita confusão girando em torno de algumas doenças, como a pneumonia, o que acaba resultando no aparecimento de uma série de crendices sobre o assunto. Para conhecer um pouco mais sobre essa infecção das vias aéreas, que é o resultado de uma diminuição na atividade do sistema imunológico, confira alguns mitos e verdades sobre essa doença, que é a segunda principal causa de internação hospitalar no SUS, ficando atrás apenas de problemas digestivos.

Veja também: Pneumonia: como prevenir.

1. Existe “começo de pneumonia”

Mito. Pneumonia é uma infecção respiratória, o que significa que, ou o paciente está infectado, ou não. Não existe meio termo, apesar da expressão “início de pneumonia” ser bastante popular.

2. Pneumonia é o resultado de uma gripe mal curada

Mito. O agente causador da gripe é o vírus Influenza, que como qualquer outra infecção, pode acabar rebaixando as defesas do organismo, facilitando a infecção por outros agentes nocivos ao sistema respiratório.

 3. Os sintomas da gripe são parecidos com os de pneumonia

Verdade. Ambas as doenças apresentam sintomas como dor de garganta, espirros e coriza, entretanto, a pneumonia tende a ter uma evolução mais rápida e costuma provocar quadro de tosse, febre alta, chiado no peito e falta de ar.

Veja também: Diferenças entre gripe e resfriado.

4. A pneumonia em idosos é mais grave

Verdade. Estudos indicam que 70% das mortes por pneumonia ocorrem em pacientes com mais de 60 anos, justamente porque, com o avançar da idade, o sistema imunológico se torna naturalmente mais debilitado.

A gravidade da doenças tende a ser maior nos idosos

5. As crianças têm maiores chances de adquirir pneumonia

Verdade. Devido à uma imaturidade do sistema de defesa do organismo e até mesmo pela anatomia do sistema respiratório infantil, as crianças apresentam maior propensão à adquirir pneumonia.

Veja também: Pneumonias em crianças: o que fazer?

6. A poeira pode causar pneumonia

Mito. A poeira, por si só, é incapaz de causar uma infecção a ponto de desencadear o quadro de pneumonia, entretanto, ela pode prejudicar as defesas do organismo e propiciar a oportunidade para infecções secundárias.

7. O Inverno aumenta os riscos de pneumonia

Verdade. Por ser uma estação com menor umidade relativa do ar, o Inverno facilita a transmissão de agentes que podem desencadear a pneumonia, o que não acontece em dias úmidos, onde as partículas de água em suspensão funcionam como verdadeiros filtros para o ar.

Veja também: Como evitar pneumonia no inverno. Dicas de saúde.

8. Fumar aumenta as chances de adquirir pneumonia

Verdade. A fumaça do cigarro possui inúmeras substâncias agressoras ao sistema respiratório e extremamente maléficas, especialmente para os pulmões. O tabagismo lesa e paralisa os cílios pulmonares, que são uma espécie de pequenos pelos que forram o interior dos brônquios e bronquíolos e se movimentam, “varrendo” as substâncias indesejadas para fora dos pulmões.

As crianças possuem maior propensão às infecções respiratórias

Veja também: Dicas para combater a pneumonia.

Depois de conhecer um pouco mais sobre essa doença, bastante comum e que pode evoluir para uma série de complicações graves, é importante ficar atento aos sintomas, especialmente a falta de ar associada ao chiado no peito, e procurar um médico para que seja esclarecido qualquer dúvida.

Top