Ministério da Saúde reduzirá teor de sódio de mais 7 categorias de alimentos

Uma nova medida para diminuir a ingestão de sal pelos brasileiros O Governo Federal acaba de adotar um novo método para diminuir o consumo…

Governo adota medidas para diminuir o sódio em alimentos

Uma nova medida para diminuir a ingestão de sal pelos brasileiros

O Governo Federal acaba de adotar um novo método para diminuir o consumo de sódio pelos brasileiros. Essa nova ação ajudará a diminuir doenças crônicas como a hipertensão arterial, doenças cardiovasculares e até mesmo o câncer.

A mudança de hábito é uma tarefa difícil de ser implantada em uma cultura já acostumada com dietas ricas em sódio. Por isso, outras medidas se fazem necessárias.

Assim, nessa terça feira, 13 de dezembro, foi assinada uma nova fase do acordo que prevê a redução gradual de sódio em dezesseis diferentes categorias de alimentos. Entre eles estão: batatas fritas e batata palha, pão francês, bolos prontos, misturas para bolos, salgadinhos de milho, maionese e biscoitos (doces ou salgados).

O documento define o teor máximo de sódio a cada 100 gramas em alimentos industrializados. As metas tentarão ser cumpridas, pelas indústrias participantes, até 2014 e serão aprofundadas até 2016.

As empresas que fazem parte desse acordo, que foi firmado pelo Ministério da Saúde, são: a Associação Brasileira das Indústrias de Alimentação (Abia), Associação Brasileira das Indústrias de Massas Alimentícias (Abima), Associação Brasileira da Indústria do Trigo (Abitrigo) e a Associação Brasileira da Indústria de Panificação e Confeitaria (Abip).

Batatas fritas terão que ser produzidas com menor quantidade de sal

A dieta dos brasileiros

A Organização Mundial de Saúde recomenda a ingestão de apenas 5 gramas de sal diariamente. Infelizmente, no Brasil, os níveis de sódio ingeridos estão muito acima desse valor, levando ao aumento de diversas doenças. A nova medida, que une governo e indústrias, tem o objetivo de chegar, gradativamente, aos níveis mínimos de sal por alimento até 2020. 

Leia Também:  Nova Possibilidade de Tratamento: Vacina contra Hipertensão

Pesquisas recentes, feitas pelo IBGE, demonstraram que o consumo de sal pelos brasileiros está acima do preconizado pela OMS. Nos estudos foram encontrados valores próximos a 12 gramas de sal diários, ou seja, mais que o dobro da quantidade máxima que se deve ingerir.

Outro dado importante e alarmante é que os adolescentes do nosso país consomem muito os alimentos como salgadinhos, biscoitos recheados, biscoitos doces e biscoitos salgados, que são ricos em sódio. Os adultos já não demostram essa característica. Por isso, nessa nova medida tomada pelo governo tentarão diminuir o sal nos alimentos mais consumidos pelos adolescentes e crianças.

A hipertensão afeta grande parte da população, principalmente maiores de 18 anos. Esse dado é alarmante, pois doenças cardiovasculares, ligadas a pressão arterial aumentada, foram  responsáveis por 320 mil mortes em todo o pais no ano de 2009. O governo tem o objetivo de diminuir esses números, com a nova medida adotada.

O acordo entre as empresas é uma forma de levar uma alimentação mais saudável a população, com menor quantidade de sódio. Se isso for aliado a atividades físicas, muitos problemas de saúde serão evitados.

Níveis de sódio em bolachas recheadas serão diminuidos

Top