Livros mais vendidos de 2011

Antigamente, o Brasil não era um país que “consumia” muitos livros. Mas com o passar dos anos, os brasileiros começam a se interessar mais…

Por Editorial MDT em 30/12/2011

Antigamente, o Brasil não era um país que “consumia” muitos livros. Mas com o passar dos anos, os brasileiros começam a se interessar mais pela leitura, seja em livros de ficção, não-ficção ou auto-ajuda  e o resultado é que as vendas aumentaram e muito em 2011.

De 2009, para 2010, houve um aumento de 13,12% na venda de livros de distintos gêneros, número que chega a 437,9 milhões de exemplares. Um dos grandes fatores para o aumento das vendas é a diminuição do valor dos livros, que se tornaram muito mais acessíveis, chegando a ser 34% mais barato do que costumava ser em 2004.

Neste ano, um dos segmentos literários que mais cresceu e ganhou destaque no Brasil foi o religioso, que esteve presente nas listas de livros mais vendidos com diversos autores. Confira a listas dos livros mais vendidos em 2011:

De acordo com o site especializado, Publish News, o livro mais vendido no ano de 2011 foi “Ágape”, do Padre Marcelo Rossi, que vendeu mais de 500 mil exemplares em todo o território nacional.

O segundo lugar da lista ficou com o famoso “A Cabana” de William P. Young, com 98 mil cópias vendidas.

Em terceiro lugar temos “Querido John”, de Nicholas Sparks, que ganhou uma adaptação para os cinemas estrelada por Amanda Seyfried e Channing Tatum.

O quarto lugar ficou com o livro “A Guerra dos Tronos”, de George R. R. Martin, que deu origem a segunda série mais pirateada deste ano, Game of Thrones, exibida no Brasil pelo canal pago HBO.

A quinta posição ficou com o “Guia Politicamente Incorreto da História do Brasil”, de Leandro Narloch, que conta como foi o desenvolvimento do Brasil sem a ideologia presente nos livros didáticos.

Na sexta posição temos mais um livro de Nicholas Sparks, “Diário de Uma Paixão”, que assim como “Querido John” ganhou uma adaptação para os cinemas, desta vez estrelada por Ryan Gosling e Rachel McAdams.

Em sétimo lugar está “Steve Jobs”, de Walter Isaacson,  uma biografia autorizada sobre o gênio, por trás da Apple, lançada logo após a morte de Jobs.

A oitava posição ficou com “1822”, de Laurentino Gomes, que relata a fuga da família real portuguesa para o Brasil.

Em nono lugar está  “Água para Elefantes”, de Sara Gruen , que foi adaptada para os cinemas tendo Robert Pattinson e Reese Witherspoon como os personagens principais.

E na décima posição ficou o clássico “O Pequeno Príncipe”, de Antoine Saint-Exupéry.

Aproveite as férias e leia um dos dez livros mais vendidos do Brasil. Tem para todos os gostos.

Top