Filhos em recuperação: o que fazer

O ano letivo já está acabando, nesse período a maior parte dos alunos entra em férias. Mas para alguns, esse é um momento de…

Por Editorial MDT em 30/11/2012

O ano letivo já está acabando, nesse período a maior parte dos alunos entra em férias. Mas para alguns, esse é um momento de estudar dobrado, já que ficaram em recuperação. Diante desse problema, os pais sempre se perguntam o que devem fazer para ajudar os filhos. Pensando nisso, selecionamos dicas do que fazer quando os filhos estão em recuperação.

Incentive a leitura. (Foto: divulgação)

Os pais devem ajudar os filhos

As aulas estão chegando ao fim, mas para muitos alunos que não absorveram o conteúdo durante as aulas e estão com notas baixas, esse é um momento de ficar mais tempo na escola para fazer os exames de recuperação das notas. Mas os pais podem ajudar os filhos na recuperação? Segundo especialistas, o incentivo dos pais é essencial quando os filhos estão em recuperação.

Não adianta fazer cobranças, nem ameaçar a criança. É um momento de apoiar o estudante, pois ele precisa ter com quem contar nessa hora difícil. Nem sempre ficar em recuperação é consequência da falta de estudos, as notas baixas podem estar relacionadas com problemas familiares, escolares, excesso de faltas ou até mesmo distúrbios de aprendizagem. Portanto, fique deixe a conscientização para depois e fique de olha nas causas.

É preciso incentivar a criança durante o período de estudos para a prova de recuperação. (Foto: divulgação)

Veja também como ajudar seu filho a estudar 

Dicas para ajudar os filhos em recuperação

1. Incentive a criança: é importante incentivar sem pressioná-la, para que seu estímulo de estudante e sua auto-estima sejam reforçados, ao invés de desestimular e estressá-la ainda mais.

2.  Converse com ela: converse com a criança para ajudar a levantar a auto-estima. O ideal é desmistificar as questões que envolveram a recuperação, pois pode ser que a ela apresente dificuldades de aprendizado.

3. Fale sobre o que o levou a ficar em recuperação: essa conversa deve ser feita abertamente e sem cobranças para que a criança lide com esse momento de forma natural. Ser rígido não é a forma mais clara de resolver essa situação.

4. Estabeleça limites: esse é um momento de regrar, portanto não a proíba de ter acessos a mídia, celular e outras diversões. Porém, estabeleça horários para que isso aconteça.

5. Ajude com as leituras:peça para que a criança leia para você sobre os assuntos da prova e se possível discuta sobre as dificuldades enfrentadas por ele no aprendizado da matéria.

Os pais podem ajudar na recuperação dos filhos. (Foto: divulgação)

Veja também confira 5 dicas para ajudar a criança a estudar 

Os pais podem ajudar os filhos na recuperação de várias formas. O ideal é que eles separem um local calmo e tranquilo para que o filho estude para a recuperação. Faça um planejamento e incentive a leitura. Em casos de distúrbios de aprendizagem, o ideal é consultar um especialista para melhor avaliação do caso.

Top