Fies de segundo semestre vai considerar nota do Enem

Fies de segundo semestre vai considerar nota do Enem, exigindo dos candidatos às novas vagas do Fundo de Financiamento Estudantil um desempenho mínimo no Exame Nacional do Ensino Médio, assim como já é feito em outros programas do governo federal.

Fies de segundo semestre vai considerar nota do Enem (Foto Ilustrativa)

A novidade foi divulgada pelo Ministério da Educação (MEC), através de uma portaria publicada no Diário Oficial da União, na última sexta-feira, dia 3 de julho, dando conta de que a novidade passará a valer para os contratos assinados a partir deste segundo semestre.

Na edição anterior do Fies já houve a exigência mínima de 450 pontos no Enem, mas as vagas no programa de financiamento eram preenchidas de acordo com a ordem de inscrição do estudante no curso.

O que é e como funciona o Fies

Fies de segundo semestre vai considerar nota do Enem

As notas obtidas no Exame Nacional do Ensino Médio podem ser o diferencial na hora de solicitar o financiamento estudantil (Foto Ilustrativa)

De acordo com o MEC, para o Fies do segundo semestre de 2015, a nota obtida no Enem, pelo candidato ao financiamento, terá a mesma utilidade que possui no Sistema de Seleção Unificada (Sisu) e no Programa Universidade para Todos (ProUni), por exemplo.

Ou seja, encerrado o período de inscrição do Fies 2015 segundo semestre, os estudantes serão classificados na ordem decrescente, de acordo com as notas do Enem, na opção de vaga para a qual se inscreveram.

Se o estudante tiver feito mais de uma edição do Enem, o Fies vai considerar a melhor média das notas em todo o histórico do candidato no exame. E em caso de empate, a prioridade será para o aluno que teve a maior nota na redação do Enem, seguida da nota da prova de linguagens e códigos, matemática e ciências da natureza.

Sisu, ProUni e Fies: entenda as diferenças

Outras novidades no Fies segundo semestre 2015

O Fies já beneficiou milhares de estudantes, em todo o Brasil (Foto Ilustrativa)

A lista de novas regras do Fies 2015 traz ainda várias outras mudanças na seleção de candidatos para o financiamento estudantil do governo federal, como o novo limite de renda familiar para o Fies, que passa a ser de dois salários mínimos e meio (anteriormente, eram 20 salários).

Além disso, os juros anuais do Fies passam a ser de 6,5% e haverá prioridade de vagas para as regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste (exceto o Distrito Federal) e em cursos das áreas de engenharia, saúde e formação de professores.

Inscrições Fies 2015 segundo semestre

As inscrições para o Fies segundo semestre de 2015 serão abertas em breve, pela internet (Foto Ilustrativa)

Fies reduz teto da renda familiar para inscrição

O período de inscrições para a segunda edição do Fies 2015 ainda não foi definido pelo MEC, mas a expectativa é de que seja aberto entre o final de julho e o início de agosto.

Leia mais sobre esse e outros assuntos navegando pelo Mundo das Tribos.

Artigos Relacionados

Artigos Relacionados

Reply