Em duelo equilibrado, Galo e Fla empatam e continuam em crise

Atlético Mineiro segue na zona da degola. Já o Fla aumenta para dez jogos o jejum de vitórias e permanece fora do G-5

Empate mantém Galo e Flamengo em crise

Em um jogo bastante equilibrado, em que o galo dominou o primeiro tempo e o Mengão foi superior na segunda etapa, Atlético Mineiro e Flamengo empataram em 1 a 1, na Arena do Jacaré, em Sete Lagoas. Com o resultado, o Galo permanece na zona do rebaixamento, enquanto o Flamengo continua fora do G-5 e já está há dez partidas sem vencer.

Galo no ataque

Ameaçado pelo rebaixamento e jogando em casa, o Galo partiu para cima do Flamengo desde o início. Aos 10 minutos, Wesley chutou cruzado e Fillipe Souto bateu mascado para defesa tranquila do goleiro Felipe. A pressão do Atlético continuava e um minuto depois foi a vez de Magno Alves desperdiçar a chance de marcar. Serginho avançou pela esquerda e cruzou para o atacante, que bateu de primeira, mas a bola acertou a trave.

Depois do começo avassalador do Galo, o Flamengo tentou esfriar o jogo e passou a trocar passes no meio do campo. Para desespero dos flamenguistas, o time rubro-negro não acertava o último passe e tinha dificuldade para finalizar em gol.

Depois dos 30 minutos, o Flamengo cresceu na partida e passou a atacar de maneira tímida o Atlético. Aos 42 minutos, o Mengo teve a melhor chance na primeira etapa. Ronaldinho entortou o zagueiro, cruzou e a bola chegou até Thiago Neves. Sem ângulo, o meia dominou e bateu cruzado para a área, mas Jael chegou atrasado e perdeu a chance de marcar.

Galo marca logo de cara

O segundo tempo começou bastante equilibrado, com as duas equipes brigando pela bola no meio de campo. Logo aos quatro minutos, Daniel Carvalho abriu o placar para o Galo. O meia abusou da técnica na cobrança de falta e colocou a bola no ângulo do gol de Felipe. Golaço do Galo.

Leia Também:  Internacional perto de se garantir pela terceira vez consecutiva na Libertadores

Fla melhora e pressiona

Atrás no marcador, o Flamengo partiu para cima. Ronaldinho e Thiago Neves tentavam articular as jogadas ofensivas, mas a zaga atleticana seguia bem na marcação. Mas, aos 16 minutos, Ronaldinho apareceu para desequilibrar. Em boa jogada coletiva, Léo Moura cruzou, Thiago Neves ajeitou de cabeça e Jael escorou para Ronaldinho soltar a bomba. A bola ainda desviou no zagueiro Leonardo Silva e matou o goleiro Renan Ribeiro. 1 a 1 em Sete Lagoas.

O gol despertou Ronaldinho para o jogo e o meia passou a organizar as principais jogadas ofensivas do time carioca. Aos 40, R10 deu belo lançamento para Léo Moura. O lateral cruzou, mas a zaga do Galo afastou o perigo. Dois minutos depois, Ronaldinho iniciou a jogada e a bola chegou até Deivid, que livre chuta para defesa de Renan Ribeiro. Aos 43, Serginho fez falta em Júnior César e foi expulso do jogo. Apesar de atuar com um a mais nos últimos minutos, o Flamengo não foi teve forças para marcar o gol da virada.

 FICHA TÉCNICA

ATLÉTICO-MG X FLAMENGO

Atlético-MG: Renan Ribeiro; Serginho, Réver (Werley), Leonardo Silva e Triguinho; Pierre, Fillipe Soutto, Renan Oliveira (Richarlyson) e Daniel Carvalho; Bernard e André. Técnico: Cuca.

FLAMENGO: Felipe; Léo Moura, Welinton, Alex Silva e Junior Cesar; Aírton, Willians, Renato e Thiago Neves; Ronaldinho Gaúcho e Deivid (Jael). Técnico Vanderlei Luxemburgo.

Árbitro: Paulo Cesar Oliveira/SP

Auxiliares: Erich Bandeira e Vicente Romano Neto.

Top