Doenças de Pele Mais Comuns

A pele é o maior órgão do nosso organismo. É ela quem nos protege das ações externas e contra microorganismos, armazenando gorduras com reserva…

A pele é o maior órgão do nosso organismo. É ela quem nos protege das ações externas e contra microorganismos, armazenando gorduras com reserva de nutrientes, na produção de vitamina D e na regulagem da temperatura corporal. A pele é responsável pelo tato, que percebe o calor e o frio.

Como o tecido é muito extenso, ele sofre diversas agressões externas. Por isso, a pele apresenta diversos tipos de doenças, com diferentes causas e que podem ser curadas de vários modos. Para tanto, é preciso consultar um dermatologista para diagnosticar corretamente a doença de pele.

A pele é muito sensível. Então, é preciso protegê-la, principalmente do sol, causador de muitas doenças de pele. Use sempre protetor solar, bonés e sombrinhas para sair ao sol, pois os raios ultra-violeta, além de serem prejudiciais para a pele, também o são para os olhos e para os cabelos. As doenças de pele mais comuns são:

Acne

Muito comum, principalmente na fase da adolescência, a acne é uma inflamação da pele e acontece por causa do nível elevado de hormônios sexuais, que fazem com que as glândulas sebáceas produzam mais sebo. Assim, aparecem as espinhas, os cravos, os pontos negros e bolhas no rosto, nas costas, nos ombros e no peito.

Os cravos e as espinhas surgem porque os poros da pele são obstruídos pelo acúmulo de células mortas no orifício do folículo polissebático, impedindo a saída do sebo por esse orifício. Quando o sebo fica acumulado, ele libera substâncias que inflamam a pele, irritando-a. Assim, bactérias como a Propionibacterium acnes proliferam nesses orifícios.

Há diversos tratamentos para a acne no mercado. Porém, ainda não existe uma cura efetiva, sendo que ela não é uma doença específica. Por isso, um bom dermatologista deve ser procurado para que ele indique e acompanhe o melhor tratamento contra a acne para cada paciente. Os mais comuns são: esfoliação da pele, antibióticos tópicos e orais, tratamentos hormonais, retinóides tópicos e orais e agentes básicos.

Alergia Dermatológica

A alergia dermatológica é causada pela resposta a uma substância estranha ao organismo dada exageradamente pelo sistema imunológico. Ela é uma hipersensibilidade imunológica a um determinado estímulo interno ou externo.

A dermatite de contato é a alergia causada quando a pessoa tem contato com substâncias que fazem com que o sistema imunológico reaja brutalmente contra elas, fazendo com que a pele fique vermelha, descame, coce, rache ou fique com bolhas.

Há sintomas alérgicos causados por determinados tipos de alimentos. Quando o alérgico se alimenta de um determinado tipo de comida, a sua pele fica vermelha e, em casos mais graves, a pessoa pode ficar até com falta de ar, precisando tomar um anti-alérgico imediatamente.

Não há cura para as alergias, mas é possível amenizá-las com o distanciamento dos produtos ou dos alimentos que as causam. Elas não são contagiosas e estão cada vez mais comuns na vida moderna, devido à poluição excessiva do ar e da água.

Câncer de Pele

O câncer de pele é causado por queimaduras solares repetidas ou por exposição prolongada ao sol. Os raios ultra-violetas fazem com que as células da epiderme se transformem e se multipliquem desordenadamente. Desse modo, o tecido da pele cresce além do normal, originando um novo tecido, a neoplasia. Ela aparece em forma de manchas e feridas em várias partes do corpo.

Se diagnosticado no início, o câncer de pele tem cura. Portanto, a qualquer sinal, procure um dermatologista e evite sair ao sol sem protetor solar.

Herpes

A herpes é uma doença viral e, portanto, contagiosa. Geralmente, ela é passada pelo contato sexual, atingindo os órgãos sexuais como pequenas bolhas. Em alguns casos, ela também aparece na mucosa da boca.

Ainda não há cura para a herpes e ela só aparece quando o sistema imunológico está fraco, ficando o vírus incubado no organismo da pessoa por toda a sua vida. Porém, é uma doença normalmente benigna, causando em poucos casos, complicações neurológicas.

Micose

Micose é o nome dado a infecções causadas por fungos. Ao todo, estamos expostos a aproximadamente 230 mil tipos de fungos, porém, apenas 100 causam infecções em humanos. A infecção causada por fungos pode ser superficial ou profunda, dependendo do fungo e da região afetada.

Nas micoses superficiais, os fungos ficam na parte externa da pele, geralmente ao redor dos pelos ou das unhas, alimentando-se de uma proteína denominada queratina. A micose mais comum desse tipo é a frieira, localizada nos pés, quando os pés não são completamente secos.

As micoses profundas são mais perigosas, pois os fungos podem migrar para os órgãos internos através da circulação sanguínea e linfática.

O contágio dos fungos é feito através de contato com animais de estimação, em chuveiros públicos, em lava-pés de piscinas e saunas, por andar descalço em pisos públicos, pelo uso de toalhas compartilhadas ou mal-lavadas, por equipamentos de uso comum entre outros.

O tratamento geralmente é rápido, feito através de medicamentos encontrados facilmente em farmácias. Porém, se os sintomas persistirem, procure um dermatologista para fazer o diagnóstico correto e te indicar o melhor tratamento. A micose está entre as doenças de pele mais comuns, por isso, previna-se contra ela.





Este artigo possui 1 comentário

  1. andrea bettini
    Publicado em 24/08/2011 às 5:04 PM [+]

    Estou fazendo trabalho na escola e me foi, muito útil


Top