Dieta da Pimenta

Muito utilizada no preparo dos mais variados pratos da culinária nacional e internacional, para dar aquele sabor especial, a pimenta também pode ser uma…

Muito utilizada no preparo dos mais variados pratos da culinária nacional e internacional, para dar aquele sabor especial, a pimenta também pode ser uma grande aliada na luta contra o excesso de peso. Saiba mais sobre a Dieta da Pimenta na matéria a seguir.

Dieta da Pimenta (Foto Ilustrativa)

Considerada um dos temperos mais populares, a pimenta costuma ser adorada por muitas pessoas, mas há também quem não goste nada daquele ardor típico da iguaria e dos efeitos que ela pode causar, dependendo do tipo consumido.

Mas pesquisas recentes têm mostrado que ela pode trazer inúmeros benefícios para a saúde, como prevenir uma série de doenças e ainda ajudar na perda de peso, características que podem tornar a pimenta ainda mais popular.

Dieta com farelo de aveia

Guia de Conteúdo: Escolha o que quer ver

Dieta da Pimenta

A pimenta pode ser uma grande aliada de quem deseja emagrecer (Foto Ilustrativa)

Ao seguir a dieta da pimenta, você passa a ingerir determinadas quantidades dessa iguaria a cada dia, de diferentes maneiras (confira abaixo), e pode começar a sentir o poder de emagrecimento que ela possui após algum tempo.

O principal segredo dessa dieta é que a pimenta é um alimento termogênico, ou seja, possui a capacidade de acelerar o metabolismo, aumentando a queima de calorias. E além disso, ela é rica em capsaicina, substância que aumenta a quebra de gordura no tecido adiposo, evitando o acúmulo de gordura na região abdominal.

Outro detalhe interessante é que a pimenta atua no sistema nervoso, auxiliando no aumento da sensação de saciedade, o que faz com que você sinta menos vontade de comer ao longo do dia, controlando melhor a fome.

Com todas essas características, a pimenta passou a ser considerada uma grande aliada para quem quer emagrecer.

Mais benefícios da Pimenta

Pimenta biquinho (Foto Ilustrativa)

A pimenta emagrece e ainda traz diversos outros benefícios para a saúde, como o combate a vários tipos de câncer (próstata, ovários, mamas, etc), graças também à capsaicina, que reduz o crescimento de tumores.

Ela também é boa para o coração, já que diminui os níveis de colesterol ruim e reduz a formação de coágulos no sangue, prevenindo infarto, hipertensão e outras doenças cardiovasculares.

Rica em vitamina C, a pimenta pode ainda reforçar o sistema imunológico, estimular a salivação e neutralizar os ácidos da saliva, protegendo dentes e gengiva, e melhorar a saúde do estômago (ela estimula a produção de suco gástrico e combate bactérias que provocam gastrites e úlceras estomacais).

Outro dos benefícios da pimenta é o combate à depressão, pois aumenta a liberação de adrenalina e noradrenalina no organismo, hormônios ligados ao estado de alerta e que auxiliam na melhora do estado de ânimo.

Como usar a pimenta para emagrecer

Para aproveitar todos os benefícios dela, o melhor é consumir a pimenta fresca (Foto Ilustrativa)

Para emagrecer com pimenta, você pode adicioná-la às principais refeições, diariamente, desde que não tenha alergia à especiaria e nem exagere no consumo. É bom evitar consumí-la sob a forma de molhos condimentados, que são cheios de sódio e produtos industrializados.

A melhor maneira de aproveitar todos os benefícios dela é comer a pimenta fresca, pois assim todos os seus nutrientes são mantidos. As versões em geleia, conservas, desidratada, páprica e dessecada também são opções, mas trazem menos nutrientes.

Dieta Alcalina

Suco de tomate com pimenta

Suco de tomate com pimenta (Foto Ilustrativa)

Outra opção interessante de usar a pimenta na dieta é ingerindo, diariamente, o suco de tomate com pimenta, que facilita o processo de queima de gordura, e ainda dá mais energia para fazer exercícios.

O suco milagroso tem como ingredientes:

  • 1 xícara (chá) de suco de tomate
  • Suco de 1 limão
  • Três gotas de molho de pimenta vermelha

Modo de preparo

Misture tudo e tome um copo (200 ml) antes do almoço e/ou do jantar.

Tipos de pimentas que ajudam a emagrecer

Pimenta Malagueta (Foto Ilustrativa)

As pimentas mais indicadas são as do gênero Capsicum, que trazem maior quantidade de capsaicinoides. Entre elas, vale citar:

  • Malagueta
  • Jalapeño
  • Pimenta de Bode
  • Dedo-de-moça
  • Cambuci (também conhecida como Chapéu de Frade)
  • Biquinho
  • Cumari-do-Pará
  • Murupi
  • Pimenta de Cheiro

Contraindicações

Pimenta Cambuci (Foto Ilustrativa)

Apesar de todos os benefícios da pimenta para a saúde, nem todo mundo pode seguir essa dieta. Quem tem gastrite ou úlcera, por exemplo, deve evitar o consumo de pimenta ou ingerir baixíssimas quantidades da especiaria.

O mesmo vale para as pessoas que sofrem de outros problemas de estômago, hemorroidas, colite e psoríase (ou outra doença de pele). Lactantes e gestantes também devem evitar a dieta da pimenta.

Cuidados ao fazer a Dieta da Pimenta

Pimenta de Cheiro (Foto Ilustrativa)

Ao acrescentar a pimenta na dieta, tome cuidado para não exagerar no consumo da especiaria, especialmente na ingestão dos molhos de pimenta que não usam o produto in natura na fabricação. É que o consumo deles em excesso pode causar bolhas ou queimaduras na boca ou na língua, além de náuseas e vômito.

Tenha moderação também na hora de ingerir as pimentas mais picantes, para não causar distúrbios digestivos. A ajuda profissional (médico e nutricionista) pode ajudar bastante na definição da quantidade diária de pimenta que você pode consumir.

Dieta do tipo sanguíneo

E não se esqueça de que a adição da pimenta ao seu cardápio precisa estar associada a uma alimentação mais saudável e também à prática regular de atividades físicas, pois assim os resultados com a dieta serão melhores.


Top