Dicas para manter o cérebro em forma

Sendo o cérebro uma das partes mais importantes do corpo, ele necessita de exercícios para se manter ativo. O órgão, responsável por todo o…

Fazer atividade física melhora o funcionamento do cérebro.

Sendo o cérebro uma das partes mais importantes do corpo, ele necessita de exercícios para se manter ativo. O órgão, responsável por todo o sistema nervoso, também requer que o indivíduo tenha uma boa alimentação para que todas as funções sejam realizadas com sucesso.

A ciência vem desenvolvendo estudos para conseguir desvendar os mistérios do cérebro humano. Esta verdadeira máquina permite que as pessoas se comuniquem, se movimentem, tenham ideias, acumulem conhecimentos e guardem acontecimentos passados na memória.

Quando o indivíduo adota hábitos saudáveis, ele consegue melhorar o funcionamento da sua mente e também prevenir a incidência de doenças que afetam o cérebro. Como o principal órgão do sistema nervoso vai perdendo a sua capacidade produtiva ao longo dos anos, é essencial tomar uma série de cuidados para garantir a saúde.

Confira dicas para manter o cérebro em forma:

Alimentos que ajudam a pensar

Peixes possuem ômega 3, por isso melhoram o funcionamento do cérebro.

Uma pessoa que se alimenta de forma errada sofre com colesterol alto, obesidade, problemas de coração e outros problemas sérios de saúde. No entanto, um cardápio inadequado também aumenta as chances de sofrer com doenças neurodegenerativas.

Existem determinados alimentos que ajudam a combater o Mal de Alzheimer e também melhoram as habilidades cognitivas. Entre as opções que podem ser incluídas na dieta estão os peixes (atum, sardinha, salmão, anchova, cavalinha, etc.), que são ricos em ômega-3 e por isso fazem bem para o cérebro.

Outros alimentos também devem ser consumidos com mais frequência, como a linhaça, o azeite, as castanhas, os ovos, as frutas (maçã, morango, laranja, maracujá) e a alface. Por outro lado, alguns itens não devem constar em grandes quantidades na alimentação, como a carne vermelha, manteiga e o leite integral, que possuem gordura saturada e por isso aumentam as chances de desenvolver doenças.

Leia Também:  Brincos de argola: modelos, como escolher

Saiba mais: Alimentos que fazem bem ou mal ao cérebro

Exercícios físicos

Além de manter uma alimentação equilibrada e rica em nutrientes que fazem bem para o cérebro, o indivíduo também precisa praticar exercícios físicos com certa frequência, ou seja, com pelo menos meia hora de caminhada por dia. A atividade física reduz os riscos de AVC, aumenta a produção de hormônios que melhoram a qualidade de vida e também diminui significativamente a tensão acumulada.

Veja também: Exercícios físicos para ficar mais inteligente

Exercícios mentais

Para que o cérebro possa funcionar melhor, também é importante investir nos exercícios mentais, ou seja, aqueles que trabalham a cognição e a memória do indivíduo. Entre as atividades possíveis, vale ressaltar os estudos, a leitura, as palavras-cruzadas, os jogos matemáticos e o xadrez. Outra forma de estimular o funcionamento do cérebro é participando das atividades sociais sempre que possível, como é o caso das conversas.

Bons hábitos de vida

– Não exagere no consumo de medicamentos e bebidas alcoólicas;

– Não viva isolado do mundo;

– Beba dois litros de água por dia;

– Sempre que possível saia da rotina, permitindo que o cérebro aprenda algo novo.

 

Top