Descubra como o vinho pode fazer bem a saúde

O vinho é, comprovadamente, uma bebida benéfica a nossa saúde. Ele é composto de cerca de 400 substâncias, algumas delas podendo melhorar a quantidade…

O vinho é, comprovadamente, uma bebida benéfica a nossa saúde. Ele é composto de cerca de 400 substâncias, algumas delas podendo melhorar a quantidade do HDL (o bom colesterol), evitar a oxidação das células (reduzindo riscos de formação de tumor), reduzir a formação de placas de gordura nas veias (diminuindo as chances de infarto e acidente vascular cerebral), dilatar os vasos e melhorar a circulação.

Alguns estudiosos dizem que os benefícios do vinho não param por aí.  Porém, poucas são as comprovações dessas pesquisas. Para eles, o vinho pode combater diversos tipos de vírus, bactérias, câncer, doenças degenerativas e males decorrentes do envelhecimento. Isto por possuir mais de 200 compostos fenólicos, substâncias que agem como antioxidantes e anti-inflamatórios, sendo a “resveratrol” a mais importante dentre elas.

Essa substância é produzida, naturalmente, pela videira para proteger os cachos de uva dos fungos e da umidade. A resveratrol, por ser antioxidante, pode inibir o desenvolvimento de tumores, proteger os neurônios, combater vírus, além de ser um potente anti-inflamatório.

Mas, não é em qualquer vinho que podemos encontrar essa substância em abundância. O local onde está mais presente é na casca e nas sementes das uvas “tannat”, sendo muito mais encontrada nos tintos franceses, feitos com essa espécie de uva. Ela quase não existe nos vinhos brancos e nos espumantes.

Dicas sobre os vinhos

Nem todo vinho fica melhor com o envelhecimento! Quanto mais passa o tempo, algumas características dos vinhos jovens, como aromas de frutas frescas, são substituídos por aromas mais evoluídos, como os de frutas em calda ou frutas secas. É importante saber que, os vinhos brancos e espumantes, em geral, não devem ser guardados por muito tempo.

Leia Também:  Como Escolher o Vinho Certo para cada Ocasião

Vinhos do tipo tinto devem ser tomados frios. Algumas pessoas acham que o melhor é tomá-los na temperatura ambiente, mas, isso só é verdade, em países com temperaturas muito baixas. Pois, quente impede que outros aromas sejam percebidos adequadamente.

Vinhos de boa qualidade são secos, uma vez que, nenhum enólogo (pessoa que faz o vinho) coloca açúcar em um vinho de qualidade. Já nos vinhos suaves, ocorre a adição de açúcar depois de prontos, assim como adoçamos o café ou o suco.

Vinho tinto acompanha melhor carnes vermelhas e alimentos mais fortes. Os vinhos brancos se encaixam com carnes brancas, como peixe ou frango.

Quando for guardar uma garrafa de vinho, preste atenção na rolha. Se esta for de um material capaz de ressecar, então a garrafa deve ser guardada deitada, visto que, essa posição mantém a rolha em contato com o vinho, impedindo que ela resseque e permita a entrada do ar, o que azedaria o vinho

Outro cuidado a ser tomado é com a luz direta sobre a garrafa, porque essa situação é extremamente danosa à bebida. A variação de temperatura, assim como as altas temperaturas,  pode estragar o vinho.

Top