Cuidados com o ácido retinoico

Todas as pessoas que, um dia, precisaram fazer tratamentos específicos de pele (como para manchas, acnes e outros), certamente conheceram o Ácido Retinoico. Além…

Por Editorial MDT em 21/04/2013

Todas as pessoas que, um dia, precisaram fazer tratamentos específicos de pele (como para manchas, acnes e outros), certamente conheceram o Ácido Retinoico. Além dos benefícios em relação aos problemas de manchas e espinhas, a substância também contribui com o rejuvenescimento da pele, diminuindo linhas finas de expressão e aspereza. Ele também pode ser um importantíssimo coadjuvante em procedimentos estéticos, como os peelings ou as aplicações de laser. Mas é preciso ter alguns cuidados com o Ácido Retinoico.

O Ácido Retinoico ajuda a renovar a pele (Foto: Divulgação)

O que é Ácido Retinoico

O Ácido Retinoico (ou Tretinoína) é uma variação oxidada da Vitamina A. Aplicado na pele, ele promove uma limpeza em sua superfície, que começa em suas camadas mais internas, expulsando as células responsáveis pelas espinhas, cravos, manchas, inflamações e envelhecimento. A substância, em sua fórmula mais pura, equivale a 20 vezes a potência dos cremes comuns, encontrados no mercado. Aliás, todos os produtos destinados à beleza da pele contém Ácido Retinoico, porém em concentrações muito mais baixas. É por isso que ele deve ser prescrito por um médico. Geralmente, o produto necessário aos diferentes tipos de tratamento é manipulado, em farmácias especiais, sendo a sua receita retida.

O uso de Ácido Retinoico concentrado deve ser controlado por um médico (Foto: Divulgação)

Como usar Ácido Retinoico

O tratamento com Ácido Retinoico requer cuidados. Isso porque a substância pode irritar a pele. Geralmente, isso acontece. Em casos de acne, por exemplo, é comum isso ocorrer, pois faz parte do próprio mecanismo de ação do ácido, no organismo, expulsando a “sujeira” da pele. Mas qualquer tipo de tratamento que o exija e que cause uma irritação deve ser controlado por um médico. Os benefícios, porém, não demoram a aparecer. Mas, dependendo do caso, tão logo que o uso seja suspenso, os problemas podem voltar.

Os cuidados descritos são muito importante, durante o tratamento (Foto: Divulgação)

O Ácido Retinoico deixa de agir, em contato com a luz do sol. Portanto, momentos antes de dormir são os ideais para a sua aplicação. Já durante o dia o paciente não pode dispensar um eficiente filtro solar, em hipótese alguma. Isso poderá causar manchas na pele. Caso surja algum programa que envolva sol, é indicado suspender o seu uso, um ou dois dias antes.

Para que a eficácia do produto seja garantida, bem como para evitar irritação de pele com Ácido Retinoico, é preciso aplicá-lo na cútis bem seca. Qualquer vestígio de escamação ou irritação persistente deve ser comunicado ao médico e o tratamento deve ser interrompido. Assim, não se corre risco algum e consegue-se alcanças os benefícios do ácido retinoico.

Conheça os recursos para peles manchadas: Tipos de tratamentos para manchas de pele

Aprenda a escolher o creme para rugas: Como escolher um creme anti-idade

Top