Como tirar o leite materno e armazenar

Durante a fase de amamentação, haverá algumas situações em que a mamãe irá precisar se ausentar e a mais comum dessas ocasiões é o…

Por Editorial MDT em 23/05/2012

Aprenda a retirar e armazenar o leite materno

Durante a fase de amamentação, haverá algumas situações em que a mamãe irá precisar se ausentar e a mais comum dessas ocasiões é o retorno ao trabalho. A maior das angústias maternas ocorre quando chega a hora da separação entre ela e o bebê que ainda mama no peito. Porém, essa aflição pode ser amenizada, após aprender a retirar e armazenar o leite materno da melhor forma. Confira algumas informações a respeito do assunto.

Leia também: O leite materno é importante? 

Escolhendo o melhor local

Antes de tudo, a mamãe deve procurar um local calmo e tranquilo para dar início à retirada do leite. É ideal que, durante esse tempo, o bebê esteja dormindo para que ela não seja interrompida. Nessa hora, é preciso se “desligar” do mundo externo, ou seja, esquecer os problemas do trabalho ou pessoais, pois isso ajudará o leite fluir melhor.

Higiene é essencial

A higienização das mãos e das mamas e essencial. O processo de limpeza pode ser feito com sabonete neutro. Após a lavagem, elas devem ser secas levemente, evitando muito atrito, com uma toalha bem macia.

Iniciando a retirada

A retirada do leite pode ser feita com as próprias mãos ou através de bombas de sucção. Quando comparadas, a “ordenha manual” é muito mais simples e rápida, no entanto nem toda mulher consegue fazê-la. Por isso a retirada do leite varia de uma mulher para outra e não há uma única forma de se realizar o procedimento.

O leite materno contém todos os ingredientes necessário para o bebê crescer bem até os seis meses

  • “Ordenha” manual

Para retirar o leite manualmente é preciso que a mulher massageie toda a mama, com movimentos circulares. Eles devem começar a partir da base em direção à aréola. Um modo simples é colocar os polegares acima da aréola e os outros dedos abaixo, espremendo ritmicamente para a parte inferior do seio. Todo o processo deve durar em média, 20 a 30 minutos.

  • Bombas de sucção

Existem dois tipos de bombas de sucção, as manuais e as elétricas. Independente da escolha, ambas necessitam de um cuidado maior em relação à higiene, por possuírem maior tendência em apresentar contaminação.

Leia também: Dicas para mães que estão amamentando 

Para armazenar o leite retirado, opte pelos potes de vidro esterilizados. Após colocar o leite retirado em cada pote, identifique-os com uma etiqueta demonstrando o dia que foi realizada a “ordenha”.

Caso o leite seja usado em até 24 horas, ele pode ficar armazenado na geladeira. Porém, se o período para utilizá-lo for maior, é preciso congelar o recipiente. No freezer o leite materno pode permanecer viável por até 15 dias.

Quando o leite for transportado, é necessário conservá-lo em uma bolsa térmica, para manter a temperatura ideal.

Fornecendo o leite ao bebê

Quando a mamãe for oferecer o leite ao bebê, ela nunca deve fervê-lo e, muito menos, usar o micro-ondas para retirar o gelo. Caso o leite esteja congelado, retire-o do freezer e deixe o recipiente por um dia, na geladeira. Para esquenta-lo, basta colocá-lo na água morna, no mesmo instante que ele é retirado da geladeira.

A amamentação fortalece os laços entre mãe e bebê

O processo de extração e armazenamento é relativamente simples. O principal fator para evitar infecções é sempre ter uma boa higiene e manter o controle sobre os recipientes onde o leite está sendo armazenado. Com certeza, é uma ótima maneira de manter os laços maternos.

Leia também: A amamentação e os benefícios que ela traz para o bebê e a mãe.

Top