Como se inscrever no Minha casa Minha Vida – Passo a passo completo

A inscrição do Minha Casa Minha Vida deve ser feita diretamente em uma agência da Caixa. Com isso, o beneficiário mostra o interesse no financiamento e aguarda para que seu nome seja sorteado e possa assinar o contrato de compra de imóvel. Antes de inscrever será preciso fazer o cadastro junto à prefeitura da cidade – para isso é preciso estar com documentos e atender aos pré-requisitos do programa.

Já mostramos aqui como fazer o cadastro no minha casa Minha Vida. Se você já fez este passo então siga neste conteúdo para saber como se inscrever no programa.

Como se inscrever no Minha Casa Minha Vida

O primeiro passo de quem quer se inscrever no programa minha casa minha vida é fazer uma simulação do financiamento habitacional disponível no site oficial da Caixa Econômica Federal (Caixa). Já mostramos aqui como funciona o simulador do Minha Casa Minha Vida. Com ele você conseguirá conferir quais serão as taxas de juros, média de parcelas e alguns outros detalhes relacionados para a sua faixa de renda familiar.

Confira o passo a passo completo abaixo:

  1. Se já está com o cadastro feito na prefeitura agora é hora de conferir em que módulo de financiamento habitacional você se encaixa. Há modalidades de habitação urbana, rural. As faixas de renda para área urbana são maiores, enquanto que as rurais, maiores;
  2. Ao ter em mente qual financiamento você quer e tendo ciência de que preenche todo os requisitos do programa (foram listados abaixo) basta ir até uma agência da Caixa;
  3. Mostre o seu interesse e peça para se inscrever no programa. Você entrará para o processo de seleção;
  4. Você deverá ficar na lista de espera até ser sorteado. A lista selecionada é elaborada pela Portaria n° 412 do Ministério das Cidades a qual dá prioridade no atendimento de famílias de baixa renda, famílias que moram em zonas de risco,  idosos e portadores de deficiência. Há também critérios de priorização adicional que podem ser consultados na lei;
  5. Ao ser selecionado você será chamado para uma reunião na qual serão dados mais detalhes sobre o programa e será habilitado para iniciar a moradia no local e pagamento das parcelas. Nesta etapa também será necessário apresentar documentos abaixo;
  6. Após a comprovação da documentação as famílias poderão realizar o sonho da casa própria e se mudar para a residência, sendo o momento da entrega das chaves.

Documentos necessários

Quando for até a Caixa é preciso levar uma série de documentos consigo para conseguir efetivar a inscrição. São eles:

  • Carteira de identidade com foto;
  • Carteira de trabalho;
  • Comprovante de estado civil;
  • Cópia da CLT;
  • Comprovante de renda dos últimos 6 meses;
  • Cadastro de pessoa física (CPF);
  • Declaração do imposto de renda (se for o caso);
  • Comprovante de estado civil.

Quem é profissional liberal ou trabalha como pessoa jurídica pode comprovar a renda por meio de extrato bancário ou por meio da declaração do último imposto de renda.

Requisitos para participar do programa – Quem tem direito?

Para conseguir se inscrever no programa é preciso comprovar algumas situações. São elas:

  • Comprovante de renda (podem participar famílias com renda mensal de um salário mínimo até R$ 9.000,00 – quase dez salários mínimos);
  • Não possuir restrições de crédito;
  • Não ter imóvel em qualquer local do país.

Para poder ser beneficiado pelo Programa, é necessário não possuir casa própria ou financiamento de qualquer imóvel, estar enquadrado na faixa de renda familiar do programa; realizar o pagamento de 10% da renda durante dez anos, com prestação mínima de R$ 50 e o imóvel deverá ser registrado no nome da mulher. Não é necessário pagar valor relativo a entrada e nem pagar prestações do imóvel ainda durante a obra.

165 Comments - Add Comment

Reply