Como preparar a criança para o exame de sangue

Em algum momento da vida, as crianças terão que ser submetidas a realização de exames, inclusive de sangue. É comum esse exame ser muito…

Por Editorial MDT em 17/09/2013

Em algum momento da vida, as crianças terão que ser submetidas a realização de exames, inclusive de sangue. É comum esse exame ser muito assustador para os pequenos, em especial, aqueles que não estão preparados e encontram-se ansiosos. A melhor forma de tornar o exame um momento tranquilo, é transmitindo confiança ao pequeno. Saiba como preparar as crianças para o exame de sangue.

As crianças possuem muito medo de realizar exames de sangue. (Foto: divulgação)

A ajuda dos pais

Um adulto compassivo pode ajudar a criança a lidar com a dor e o desconforto, o medo e a ansiedade do exame de sangue. Como já foi mencionado, os pais tem papel fundamental nessa função. Tendo isso em vista, separamos algumas dicas de como preparar a criança para o exame de sangue.

  • Converse com a criança

No momento do exame, sente a criança e comece a explicar  sobre a retirada da amostra e sangue. Além disso, é importante que os pais expliquem o motivo da sua realização. Através dessa atitude a criança tem tempo de assimilar a ideia da picada, antes que qualquer pessoa inicie a coleta.

O exame de sangue é visto como vilão pelas crianças. (Foto: divulgação)

  • Brincando de hospital

Uma boa maneira de fazer com que a criança acostume com a ideia da coleta de sangue, é através da brincadeira de médico. Durante a encenação, a criança pode desempenhar o papel do enfermeiro ou do médico, tornando um bicho de pelúcia como paciente.

  • Preparando a criança para o desconforto

Como foi anteriormente mencionado, os pais devem explicar para os filhos como a coleta de sangue irá proceder. Oriente que o exame pode ser um pouco dolorido, mas que o desconforto pode passar rapidamente.

  • Permaneça ao lado da criança

Os pais devem ficar e ajudar o filho durante a realização do exame de sangue. Independente de ser o pai ou a mãe, eles são um rosto familiar para o pequeno, proporcionando um conforto físico, distração e assistência durante a coleta.

  • O uso da agulha e da seringa

Ser verdadeiro é essencial para que os filhos tenham confiança durante a realização do exame de sangue. Dessa forma, os pais não devem mentir para os filhos e, muito menos, dizer que o exame é indolor ou que será realizado com uma simples picada no dedo.

Em alguns casos, as crianças devem ser submetidas à realização de exames de sangue. (Foto: divulgação)

O exame de sangue é visto como um grande vilão pelas crianças. Isso porque ele é um exame que traz muito desconforto e dor para o paciente. No entanto, através da ajuda dos pais, a criança pode ser submetida à realização do exame de sangue sem manifestar medo ou crise de ansiedade.

Top