Como misturar estilos na decoração

A decoração costuma ser influenciada por ideias democráticas para inovar suas características, como é o caso da mistura de estilos. Já faz algum tempo…

Por Isabella Moretti em 06/02/2012

Misturar estilos de decoração é também uma tendência.

A decoração costuma ser influenciada por ideias democráticas para inovar suas características, como é o caso da mistura de estilos. Já faz algum tempo que as tendências deixaram de ser regradas e onipotentes, agora elas reconhecem o bom gosto e a criatividade das pessoas para inovar o visual de cada ambiente.

Antes de mesclar estilos na decoração, é fundamental desenvolver um projeto que valorize o equilíbrio e a harmonia dos elementos. Mesmo com a liberdade tão em alta para compor os espaços residenciais, vale ficar atento ao ajuste das cores, estampas e móveis para que nada pareça aleatório ou desconexo.

Estilos diferentes em um mesmo contexto

Uma decoração eclética é aquela que sabe como trabalhar com dois ou mais estilos sem prejudicar a estética do cômodo. Na verdade há várias ideias criativas que rompem com a monotonia e padrões desgastados da decoração. A casa precisa traduzir a personalidade dos moradores, para isso a mistura é quase que essencial.

Simétrico e Assimétrico

As cadeiras possuem formatos diferentes (assimétrico), mas a iluminação obedece uma sequência (simétrico). (Foto: Terra)

Mudar o visual da casa é preciso e isto pode ser feito através da combinação entre simétrico e assimétrico. Independente do cômodo, a união dos dois estilos opostos consegue transformar a área e deixá-la mais leve, original e moderna.

Quando o efeito da assimetria predomina em um projeto, os dois lados do ambiente não precisam ser necessariamente iguais. O conceito propõe romper a rigidez e a monotonia das combinações. Mas, a simetria entra no projeto quando se trata do ajuste das proporções.

Uma forma interessante de combinar simetria e assimetria está no emprego dos elementos. Por exemplo, uma sala de estar simétrica pode ter sua proposta de decoração inovada quando uma poltrona com design moderno marca presença em um canto e rouba um pouco da atenção, sem a obrigação de aparecer do outro lado.

Moderno e Tradicional

Móveis antigos e modernos em harmonia.

A mistura entre peças antigas com itens contemporâneos também promete ter bons resultados. Desta forma, a decoração pode incluir um móvel com traços retrô numa composição moderna, sem parecer desarmônico. Este contexto promete ser perfeito para aproveitar aquele móvel de família sem necessariamente transformar tudo com uma roupagem clássica.

Os móveis antigos podem então passar por uma reforma e ganhar espaço numa decoração moderna. Os traços do mobiliário não serão prejudicados e ele concederá um toque de charme e elegância do estilo vintage ou colonial.

Ao trabalhar com a aliança entre moderno e tradicional, nunca aposte em 50% de um estilo e 50% de outro. Na verdade uma proposta precisa predominar e outra apenas dar um toque. O equilíbrio passa a morar no ajuste entre cores e padrões.

 

Top