Como funciona a produção de leite materno

O leite materno é produzido por hormônios que agem antes mesmo do bebê nascer. É durante a gestação, por exemplo, que os seios são…

O leite materno é produzido por hormônios que agem antes mesmo do bebê nascer. É durante a gestação, por exemplo, que os seios são preparados para se tornar uma poderosa fábrica de um alimento tão especial. Saiba mais sobre o assunto e veja como funciona a produção de leite materno.

A amamentação estimula a produção de leite materno. (Foto: divulgação)

Gravidez e leite materno

As transformações físicas como inchaço dos seios, mamilos mais escuros e aréolas maiores são os primeiros sinais de que a mulher está grávida. Especialistas acreditam que essas mudanças podem ajudar na amamentação, já que é uma forma do organismo orientar melhor o recém-nascido.

Outra alteração é o surgimento de pequenas bolinhas ao redor da aréola, que também possui papel fundamental no ato de amamentar. Elas produzem substância oleosa que ajuda a limpar, lubrificar e proteger os seios contra infecções durante o período de lactação.

O leite materno começa a ser produzido após o parto. (Foto: divulgação)

Veja também leite materno contém mais de 700 bactérias 

Como funciona a produção de leite materno

Devido aos hormônios estrógeno e progesterona, secretados pela placenta, as mamas ficam maiores, sensíveis e tem seus vasos sanguíneos dilatados. Já a produção de leite só se inicia após o parto, quando os hormônios prolactina e ocitocina são secretados. Eles estimulam células dos seios que fabricam esse líquido precioso. A produção de leite lembra uma fábrica, que trabalha sob demanda, ou seja, quanto mais a criança mama, mais leite é produzido.

O leite materno é uma refeição completa para o bebê, rico em gordura, vitaminas, sais minerais e substâncias essenciais que o protege contra doenças. Por se tratar de um alimento completo, nos primeiros seis meses de vida o bebê não precisa ingerir mais nada, nem água.

Leia Também:  Pacote de viagem Tauá Resort Caeté, MG - CVC 2012

O primeiro leite é o colostro

Nos primeiros dias de aleitamento, a mulher elimina um leite mais claro e esbranquiçado, chamado colostro. Muitas mães acabam achando que é um leite fraco, porém, esse primeiro leite é o mais rico em proteínas e gorduras necessárias para o bebê. É possível que nas últimas semanas de gestação ocorra um vazamento desse líquido esbranquiçado. O leite materno é cheio de anticorpos chamados de imunoglobulinas, fortificantes naturais para o sistema imunológico do bebê. Com o passar do tempo, a secreção láctea vai mudando de aspecto, conforme as necessidades do pequeno.

A produção do leite materno ocorre logo após o nascimento do bebê. (Foto: divulgação)

Veja também alimentos que estimulam leite materno 
A produção de leite materno começa a ser estimulada logo na gestação, porém o leite só desce quando o bebê começa a estimular a mama durante o ato de mamar. A secreção láctea é um alimento completo, rico em nutrientes essenciais para a criança. Para saber mais sobre o assunto procure um médico especialista. E não se esqueça de que seu bebê precisa do leite materno exclusivo até os seis meses de idade.

 

Top