Como fazer bom uso do cartão de crédito

Pesquisas revelam que o cartão de crédito está entre as principais formas de endividamento entre os brasileiros. Um estudo realizado no final de 2011,…

Pesquisas revelam que o cartão de crédito está entre as principais formas de endividamento entre os brasileiros. Um estudo realizado no final de 2011, por exemplo, mostrou que, entre as mulheres, 79% das entrevistadas com renda entre R$1.600 e R$2.500 possuíam algum tipo de dívida no cartão.

Para não entrar no vermelho e complicar o seu orçamento por causa do mau uso do cartão de crédito, você deve colocar em prática algumas orientações. Com essas dicas, além de evitar o endividamento, você fará do “dinheiro de plástico” um aliado importante no controle de sua renda e dos seus gastos. Confira!

Veja como evitar dívidas no cartão de crédito.

Como fazer bom uso do cartão de crédito

Essas orientações irão ajudá-lo a usar o cartão de crédito de forma consciente e equilibrada. (Foto: Divulgação).

1. Sempre inclua as despesas com o cartão de crédito em seu orçamento. Muitos deixam de registrar o quanto gastam no cartão e acabam perdendo o controle sobre as suas contas. Tenha em mente que, apesar de permitir a compra sem a necessidade do dinheiro na mão, o cartão de crédito gera gastos no orçamento mensal.

2. Analise o seu orçamento e estabeleça um limite para o uso do cartão. O ideal é que este limite seja determinado por setores, como alimentação, combustível, vestuário, lazer etc. Isso irá ajudá-lo e evitar excessos.

Para evitar gastos excessivos, o ideal é estabelecer um limite mensal para o uso do cartão. (Foto: Divulgação).

3. Procure sempre pagar a fatura inteira e dentro da data de vencimento. Se você for profissional assalariado, defina uma data de vencimento próxima a do seu recebimento. Quem paga apenas o chamado “crédito rotativo”, que, em geral, corresponde a 20% do valor total integral da fatura, precisa arcar com altas taxas de juros.

Leia Também:  Consórcios de Carros Bradesco‏

4. Invista em ferramentas que auxiliam no controle dos gastos do cartão de crédito. A maioria desses programas está disponível gratuitamente na internet e pode ser usada no celular, computador ou tablet.

Conheça as vantagens de ter um cartão pré-pago.

A fatura deve ser quitada totalmente e dentro da data de vencimento, para evitar a cobrança de juros e multas. (Foto: Divulgação).

5. O ideal é que o consumidor mais compulsivo não tenha cartão de crédito. Se isso não for possível, ele deve levá-lo às compras apenas para um uso específico e devidamente planejado. Além disso, para minimizar os gastos, o usuário pode aplicar o “dinheiro de plástico” na compra de produtos com baixo valor de mercado ou em liquidações, quando os preços estão mais em conta e as lojas oferecem ótimos descontos.

Em geral, o cartão é um meio de pagamento seguro; o problema está na falta de controle financeiro. A maioria dos consumidores ser perdem nas compras parceladas e acabam gastando mais do que ganham. Essas dicas irão ajudá-lo a evitar esse tipo de problema e fazer com que você possa usar o cartão de modo consciente e equilibrado.

Top