Dívidas no cartão de crédito: como evitar

Os juros dos cartões de crédito costumam ser extremamente altos, fazendo com que muitas vezes as pessoas recorram aos empréstimos pessoais para liquidar a…

Os juros dos cartões de crédito costumam ser extremamente altos, fazendo com que muitas vezes as pessoas recorram aos empréstimos pessoais para liquidar a fatura do cartão. Todas as dívidas não são boas, porém a do cartão de crédito é sem dúvida uma das piores, pois cresce cada vez mais. A maioria das pessoas não sabe o que fazer para se livrar desse problema. Pensando nisso, selecionamos dicas de como evitar as dívidas no cartão de crédito. Confira.

O limite do cartão não deve exceder 50% do seu salário. (Foto: divulgação)

Dívidas no cartão de crédito

Os cartões de crédito são excelentes para parcelar as compras sem burocracia quando não se tem o dinheiro para efetuar o pagamento a vista. Porém, essa facilidade traz alguns perigos, o maior deles é na hora de quitar a fatura, pois o saldo devedor cresce de forma assustadora no mês seguinte.

De acordo com a Anefac (Associação Nacional de Executivos de Finanças, Administração e Contabilidade), os juros do cartão de crédito são de 238,8% ao ano. Além disso, existe a chamada cobrança de juros em cima do saldo que sobrou no mês anterior. Dessa forma, uma dívida no valor de R$ 1 mil vira R$ 3.400 em 12 meses.

O cartão de crédito deve ser usado com cuidado para evitar o endividamento. (Foto: divulgação)

Saiba mais como funcionam os juros do cartão de crédito 

Dicas de como evitar dívidas no cartão de crédito

1. Segundo o especialista de finanças Reinaldo Domingos, o limite do cartão de crédito não deve ser maior que 50% do seu salário. Dessa forma, é possível fazer o pagamento correto todo o mês sem exceder suas finanças.

Continuar Lendo  Como economizar energia no inverno: dicas

2. Pague sempre o valor total da fatura para evitar a cobrança de juros.

3. Fique de olho nos programas de recompensa. Grande parte dos cartões de crédito oferece pontos que podem ser trocados por passagens aéreas e também descontos.

4. Para quitar sua dívida é melhor fazer um empréstimo pessoal, com juros médios de 4,5% ao mês do que utilizar o mínimo do cartão de crédito, onde os juros são de 12% ao mês e outras taxas.

5. Faça sempre um orçamento de gastos mensais para evitar ultrapassar seus limites. Caso a conta ultrapasse, é necessário cortar os gastos.

6. Caso não possa quitar a fatura, é necessário telefonar para a operadora responsável pelo cartão para negociar a dívida. Mostrar interesse em pagar a dívida conta muito na hora de renegociá-la.

O ideal é contabilizar os gastos e evitar que ultrapasse o orçamento. (Foto: divulgação)

Veja também como evitar fraudes no cartão de crédito 

O cartão de crédito é uma excelente opção para quem deseja fazer compras de forma rápida e sem burocracias. Porém, ele deve ser usado de maneira correta para evitar as dívidas e descontroles de gastos mensais, pois os juros cobrados pelos cartões são extremamente altos. O ideal é fazer um planejamento prévio de gastos com o cartão e evitar um limite maior que a metade do seu salário mensal. Dessa forma, você evita gastos desnecessários e consegue pagar com tranquilidade a fatura.

Top