Como evitar acidentes domésticos envolvendo crianças

Nos períodos de férias aumentam muito os números de acidentes envolvendo crianças. Essas são as principais causas de morte da infância do Brasil. As…

Nos períodos de férias aumentam muito os números de acidentes envolvendo crianças. Essas são as principais causas de morte da infância do Brasil. As quedas durante as brincadeiras, afogamentos, queimaduras em casa são os mais frequentes. Saiba mais sobre o assunto e veja como evitar acidentes domésticos envolvendo crianças.

Jamais deixe fios e outros objetos à vista que ofereçam risco para a criança. (Foto: divulgação)

Acidentes domésticos com crianças

As crianças mexem em tudo, afinal conhecer o ambiente que está a volta faz parte do seu desenvolvimento. Para que isso não se torne uma tragédia é necessário que os pais saibam que a maioria dos acidentes que acontecem em casa poderia ser evitada com alguns cuidados simples de segurança.

De acordo com uma pesquisa feita pelo Ministério da Saúde, a maior parte das quedas até 9 anos de idade, acontecem em casa. Essas informações foram obtidas em 37 cidades brasileiras, mostrando que 10.988 atendimentos a criança nessa faixa etária, onde a maioria foi provocada por quedas dentro de casa. Segundo especialistas, é muito fácil prevenir com hábitos simples e que podem salva a vida da criança ou evitar que elas sofram com sequelas desse acidente. Veja como evitar acidentes domésticos com crianças.

Os protetores de tomada previnem os acidente com crianças. (Foto: divulgação)

Como evitar acidentes domésticos envolvendo crianças

1. Coloque proteções nas janelas, como grandes e redes;

2. Não deixe cadeiras, bancos e camas próximas à janela, já que as crianças podem escalar ou debruçar-se. O mesmo é válido para os móveis baixos próximos a estantes e armários altos;

3. Instale os portões de segurança sobre o topo e pé das escadas. Se a escada for maior, opte por redes ao longo delas;

Continuar Lendo  São Paulo é líder nos gastos com a infidelidade, diz site de traição

4. Tenha cuidados com chão e tapetes lisos. Evite encerar o piso e providencie antiderrapantes nos tapetes para evitar os escorregões. Na maior parte das quedas atendidas, foram causadas por tropeções, desequilíbrios e pisadas em falso;

5. Ensine a criança à brincas em locais mais seguros. As sacadas, lajes e escadas não são espaços que oferecem segurança;

6. Crianças menores de 6 anos não devem dormir na parte de cima das beliches. Se não houver outro local, opte por colocar o colchão no chão;

7. Proteja as tomadas com protetores específicos para evitar choques. Além disso, oriente seu filho para não colocar o dedo na tomada;

8. Não deixe o ferro quente ao alcance da criança;

9. Os cabos das panelas devem ficar voltados para dentro do fogão;

10. Utilize protetores nas portas para evitar que a criança aperte a mão ou os dedos;

11. Tenha cuidado com águas em baldes e tanques, vasos sanitários e piscinas sem proteção, pois são necessários somente 2,5 de profundidade para que a criança se afogue;

12. Teste sempre a temperatura dos alimentos antes de dar para a criança;

13. Jamais deixe medicamentos ao alcance das crianças. Além disso, não coloque produtos de limpeza em embalagens de alimentos e refrigerantes.

Todo medicamento deve ser mantido fora do alcance das crianças. (Foto: divulgação)

Os acidentes domésticos com crianças podem ser evitados com alguns cuidados simples. Os pais devem retirar do alcance da criança tudo aquilo que ofereça perigo à ela. Os cuidados com a segurança das crianças na cozinha devem ser redobrados. Aposte nas dicas citadas acima e previna os acidentes domésticos com crianças.

Top